top of page

Policiais acharam brasileiro foragido nos EUA deitado na grama em cima de arma roubada

Danilo Cavalcante foi capturado por volta das 9h, no horário de Brasília, desta quarta-feira (13), após 14 dias foragido

As equipes da polícia do estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, acharam o brasileiro foragido, Danilo Cavalcante, deitado em meio a grama alta. Ele parecia estar dormindo em cima do rifle roubado de um morador da região.


Ele foi capturado por volta das 8h da manhã no horário local (9h no horário de Brasília) desta quarta-feira (13). Cavalcante estava foragido desde 31 de agosto e era considerado “extremamente perigoso”.


O governador da Pensilvânia, Josh Shapiro, afirmou que a prisão foi realizada “sem tiros”. Os policiais encontraram o fugitivo com a ajuda de câmeras que captam sinais de calor, e nesta manhã as forças táticas da polícia se aproximaram dele.

“Cavalcante não percebeu que estava cercado até que isso aconteceu”, disse o tenente-coronel George Bivens. “Isso não o impediu de tentar escapar”.


De acordo com Bivens, ele começou a rastejar pela vegetação rasteira, levando seu rifle com ele.


A Unidade Tática da Patrulha de Fronteira dos EUA, as equipes da Alfândega e da Patrulha de Fronteira soltaram um cão, que subjugou Cavalcante, enquanto os policiais avançavam.


O cão chegou a morder Cavalcante, que foi avaliado pela equipe médica no local.


Logo após a captura, Danilo teve a camisa rasgada pelos policiais. Entenda o porquê.


Durante os 14 dias de busca, as escolas foram fechadas e os moradores foram colocados em alerta enquanto a polícia procurava o homem de 34 anos em uma área de cerca de 32 quilômetros ao norte da prisão da qual ele fugiu, no estado da Pensilvânia.


Autoridades chegaram a oferecer uma recompensa de US$ 25 mil por informações que levassem à sua captura.


No domingo (10), a polícia divulgou novas imagens de câmeras de segurança de Danilo e informou que ele estava com um “novo visual”, barbeado e usando um moletom verde com capuz e sapatos brancos.


Na noite de segunda-feira (11), a Polícia Estadual da Pensilvânia recebeu um chamado de um morador relatando que um homem que se encaixa na descrição de Cavalcante invadiu sua casa e roubou um rifle de calibre .22 de sua garagem.


O morador também disse que sacou uma pistola e começou a atirar no invasor, mas a polícia afirmou não ter “nenhuma razão para acreditar” que ele tenha sido atingido ou ferido.


Relembre o caso


Danilo Cavalcante, 34, fugiu da prisão da cidade de Chester, na Pensilvânia, Estados Unidos, no dia 31 de agosto. Ele escalou entre duas paredes que formavam um corredor estreito no pátio da cadeia e subiu até o telhado.


O brasileiro havia sido condenado à prisão perpétua sem liberdade condicional em 16 de agosto por esfaquear e matar sua ex-namorada em 2021.


O governo local emitiu um comunicado informando a fuga, que teria ocorrido no turno da manhã e que Cavalcante estava vestindo shorts cinza, camisa e tênis brancos.


As autoridades ofereceram recompensa de US$ 10 mil (R$ 49,5 mil) por informações que as levem ao foragido. O valor foi atualizado posteriormente para US$ 20 mil (R$ 99,5 mil).


No Brasil, ele também é procurado por um homicídio de 2017, motivo pelo qual ele fugiu do país, segundo Robert Clark, vice-supervisor do US Marshals Service.


Link de referência da matéria: https://www.cnnbrasil.com.br

1 visualização

Commenti


bottom of page