top of page

Piso salarial de professores de SP: compare com outras capitais

Na terça-feira (16), a Câmara Municipal de São Paulo aprovou o PL (Projeto de Lei) 428/2022, de autoria da prefeitura da cidade, que visa aumentar em 31,8% o piso salarial de professores e outros servidores da rede municipal de ensino.


Desta forma, o salário mínimo da categoria passa de R$ 3.832,37 para R$ 5.050, em uma jornada de 40 horas semanais. No caso dos professores que já recebem acima do novo piso salarial, o reajuste foi definido para 5% apenas.

Como o reajuste de piso salarial vale para todos os servidores do quadro da educação e não somente professores, outros profissionais como agentes escolares, auxiliares técnicos, diretores, coordenadores e supervisores também terão aumento no piso salarial. Confira abaixo:

  • Professor: R$ 5.050,00

  • Coordenador: R$ 7.171,31

  • Diretor: R$ 8.133,88

  • Supervisor: R$ 8.662,58

  • Auxiliar técnico de educação: R$ 2.130,74

  • Agente escolar: R$ 1.878,60

Além do reajuste do piso, o PL também propõe reajuste nos valores dos auxílio-alimentação e auxílio-refeição a partir de janeiro de 2023. No caso do auxílio-alimentação, haverá um aumento de R$ 50 para todas as faixas salariais, ampliando o valor de R$ 550 para R$ 600 aos profissionais que recebem até três salários mínimos. No caso do auxílio-refeição, o aumento será de R$ 21,81 para R$ 25,00 por dia trabalhado e passará a ser oferecido também aos servidores que ganham até dez salários mínimos. Antes, só recebia quem ganhava até oito salários mínimos.

Qual o piso salarial dos professores em outras capitais? Com o reajuste, o piso salarial dos professores da rede municipal da cidade de São Paulo passa a ser R$ 5.050,00, um dos maiores em todo o país, em comparação com as demais capitais brasileiras. Confira abaixo o piso salarial dos professores em todos as 27 capitais de estado. Região Norte Rio Branco (AC): Desde março de 2022, o piso salarial estabelecido pela prefeitura de Rio Branco a todos os professores municipais é de R$ 2.403,52. Macapá (AP): Segundo o portal oficial do governo de Amapá, o piso salarial dos professores é de R$ 3.416,32. Manaus (AM): O salário inicial dos professores da rede municipal de Manaus é de R$ 2.343,03, após reajuste salarial de 12,47% para os servidores da Semed (Secretaria Municipal de Educação). Belém (PA): A partir do reajuste de 33,24% no salário dos professores municipais de Belém, o piso salarial passou a ser R$ 3.845,63. Porto Velho (RO): No último reajuste publicado no início de 2022, o valor do piso salarial dos professores municipais da capital subiu cerca de 33,24%, passando para R$ 3.845,63. Boa Vista (RR): O salário dos professores da rede municipal está em torno de R$ 3.133 de acordo Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Boa Vista (Sintram). Palmas (TO): O piso salarial dos professores da capital do Tocantins foi reajustado para R$ 3.845,63 em 2022. Região Nordeste Maceió (AL): Conforme reajuste nacional, o piso salarial estabelecido pela prefeitura de Maceió para os professores municipais é de R$ 3.845,63. Salvador (BA): Segundo o secretário da Educação de Salvador, Marcelo Oliveira, o piso salarial dos professores municipais é mais alto que o piso estabelecido nacional: R$ 4.300,00. Fortaleza (CE): Com o reajuste nacional, o piso salarial dos professores em Fortaleza também passou para R$ 3.845,63 em 2022. São Luís (MA): Também devido ao reajuste nacional, o piso salarial dos professores em São Luís passou para R$ 3.845,63 em 2022. João Pessoa (PB): O reajuste no salário dos professores em João Pessoa foi de 33,4%, o que resultou em um piso de R$ 3.847,38. Recife (PE): Reajustado pelo governo federal, o piso salarial dos professores municipais de Recife também passou a ser R$ 3.845,63. Teresina (PI): O reajuste do salário dos professores em Teresina foi de 16%, e não os 33% previsto pelo governo federal. Assim, o salário dos professores fica em R$ 4.084,04. Entretanto, aqueles professores de 40h que recebem menos que R$ 3.845,63 receberão uma complementação especial até se atingir esse valor. Natal (RN): Com a atualização do piso nacional, o salário inicial do professor municipal em Natal passou para R$ 3.433,95. Aracaju (SE): A partir do reajuste nacional, o piso salarial dos professores municipais de Aracaju ficou em R$ 3.845,63. Região Centro-Oeste Brasília (DF): Segundo a Secretaria de Educação, os professores da rede pública do DF recebem R$ 5.016,53, em média, para 40h, estando entre uma das remunerações mais altas do país. Goiânia (GO): O piso salarial dos professores da rede municipal de Goiânia fica de acordo com o piso nacional: R$ 3.845,63. Além disso, os professores que já ganhavam acima do piso tiveram um aumento de 7,5%. Cuiabá (MT): Apesar o novo piso salarial definido pelo governo, a média salarial dos professores é de R$ 2.682 por mês em Cuiabá.

Campo Grande (MS): de acordo com dados da Secretaria de Educação do Estado, A remuneração inicial na Rede Estadual de Ensino é de R$ 8.381,63 para professor graduado com carga de 40h/aula. Região Sudeste Vitória (ES): A reajuste de 12,36% para todos os servidores municipais de Vitória, o salário inicial dos professores com graduação e carga horária de 40h é de R$ 4.247,99. Belo Horizonte (MG): Em Minas, os professores da rede estadual têm jornada de 24 horas semanais. Assim, de forma proporcional ao piso nacional da categoria e acrescentando 10,06% do reajuste do estado, o valor do piso salarial fica em R$ 2.350,49, abaixo do piso nacional. Rio de Janeiro (RJ): Conforme o reajuste, o piso salarial dos professores da rede municipal do Rio de Janeiro com carga horária de 40 horas semanais passou para R$ 3.845,63 em 2022. São Paulo (SP): Conforme aprovado pela Câmara Municipal de São Paulo, o piso salarial dos professores municipais será de R$ 5.050,00. Região Sul Curitiba (PR): Em conformidade com o piso nacional da profissão, o piso salarial dos professores da educação infantil contratados pela rede municipal em Curitiba é de R$ 3.845,63. Florianópolis (SC): Também de acordo com o piso estabelecido pelo governo federal, o piso salarial dos professores em Florianópolis é de R$ 3.845,63, para 40 horas semanais. Porto Alegre (RS): O piso dos profissionais da rede pública da educação básica de Porto Alegre era de R$ 2.886,24 em 2020. Em 2022, apesar do novo piso nacional da categoria informado pelo governo federal, o reajuste foi de 10,06%.

6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page