top of page

Covid: quando fazer o teste para evitar falso negativo?

O tempo ideal desde o início dos sintomas para detecção da doença pode variar de acordo com o tipo de teste feito; entenda

A melhor forma de saber se uma pessoa está com Covid-19 ou não é realizando testes. Porém, é preciso saber o melhor dia desde o início dos sintomas para fazer a testagem e evitar casos de “falso negativo” — quando o resultado do exame não detecta o vírus, apesar de o paciente estar infectado.

Um teste “falso negativo” pode acontecer quando o teste é coletado muito cedo ou muito tarde, quando a infecção já está no fim. No entanto, o tempo ideal para detectar a Covid-19 pode variar de acordo com o tipo de teste. Atualmente, existe o teste rápido de antígeno, o autoteste de antígeno, RT-PCR e teste de sorologia.

A seguir, entenda as diferenças entre eles e quando é o momento ideal para realizar cada um desses testes para Covid-19.


Teste rápido

De acordo com o Ministério da Saúde, os testes rápidos — também chamados de testes de antígeno — devem ser feitos na primeira semana dos sintomas, entre o 1º e o 7º dia. Para quem é assintomático, mas teve o contato com alguém infectado, o exame pode ser feito a partir do 5º dia do encontro.

A vantagem desses testes rápidos é que o resultado é definido em até 15 minutos. Caso o primeiro teste dê negativo, mas os sintomas persistirem, é interessante realizá-lo novamente até o sétimo dia de sintomas.


RT-PCR

O teste RT-PCR é considerado o “padrão ouro” para diagnosticar Covid-19 e, por isso, dificilmente pode dar “falso negativo”. Ele detecta o material genético do vírus na amostra de secreção respiratória, coletada através do swab nasal, em tempo real.

Segundo o Ministério da Saúde, esse teste deve ser feito a partir da manifestação dos primeiros sinais de infecção respiratória até o 8º dia de sintomas. Para pacientes graves, que estão hospitalizados, a coleta pode ser feita até o 14º dia do início dos sintomas. O resultado fica pronto em até 72 horas após a coleta da amostra.


Autoteste de antígeno

O autoteste de antígeno é semelhante ao teste rápido, mas pode ser feito por conta própria — sem precisar ir a um laboratório. Ele pode ser comprado em farmácias e drogarias e deve ser coletado entre o 1º e o 7º dia do início dos sintomas. Em quem está assintomático, pode ser feito após o 5º dia do contato com pessoas infectadas.

Assim como o teste rápido, o resultado do autoteste de antígeno aparece em até 15 minutos.


Sorologia

Os testes de sorologia são feitos para identificar a pesquisa de anticorpos contra o vírus e pode ser feito por pessoas que apresentaram sintomas há mais de 21 dias ou que julga que pode ter tido contato com o vírus há mais de 21 dias.

De acordo com a Dasa, rede de saúde integrada, os anticorpos iniciam a sua produção a partir do 7º dia da infecção e tornam-se detectáveis em amostras de sangue, na maioria das pessoas, a partir do 21º dia da doença. Por isso, esse teste é feito para diagnosticar a doença prévia ou se houve contato prévio com o vírus. O tempo para o resultado pode variar de acordo com o tipo de sorologia feito e varia entre 24 horas e 5 dias.


Link de referência da matéria: https://www.cnnbrasil.com.br


3 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page