top of page

Astronautas deixam cair caixa de ferramentas durante caminhada espacial

Maleta está orbitando a Terra e, possivelmente, poderá ser avistada com um par de binóculos durante os próximos meses

Os astronautas da NASA Jasmin Moghbeli e Loral O’Hara tiveram sua primeira caminhada espacial este mês, mas deixaram uma caixa de ferramentas flutuando pelo espaço.

A dupla concluiu os trabalhos de manutenção fora da Estação Espacial Internacional (ISS) em seis horas e 42 minutos, segundo a agência espacial.


A caminhada, que aconteceu no dia 1º de novembro, viu Moghbeli e O’Hara concluírem os trabalhos nos painéis solares da estação, que rastreiam o sol. Os astronautas ficaram sem tempo para remover e guardar uma caixa eletrônica de comunicações.


A dupla realizou uma avaliação de como o trabalho poderia ser feito, mas deixou a tarefa de recuperar a caixa para uma futura caminhada espacial.

Durante a missão, a maleta de ferramentas escapou e foi “perdida”, segundo a NASA, com os controladores de voo detectando-a usando as câmeras externas da ISS. Felizmente, as ferramentas não eram necessárias para terminar as tarefas da caminhada.


“O Controle da Missão analisou a trajetória da caixa e determinou que o risco de um novo contato com a estação é baixo e que a tripulação e a estação espacial estão seguras, sem necessidade de ação”, afirmou a NASA em seu blog oficial.


De acordo com o EarthSky, um site que rastreia eventos cósmicos, a maleta de ferramentas está atualmente orbitando a Terra à frente da ISS e, possivelmente, poderá ser avistada da Terra com um par de binóculos durante os próximos meses, até se desintegrar na atmosfera do nosso planeta.


Esta não é a primeira vez que um astronauta perde ferramentas no espaço. Em 2008, a maleta de Heide Stefanyshyn-Piper flutuou enquanto ela limpava e lubrificava as engrenagens de uma junta rotativa com defeito.


Uma caminhada espacial em 2006 viu os astronautas Piers Sellers e Michael Fossum perderem uma espátula de 14 polegadas enquanto testavam um método de reparo do ônibus espacial.


Detritos espaciais ou lixo, como esses objetos, são materiais artificiais que orbitam a Terra, mas não são mais funcionais. Eles podem ser qualquer coisa, desde um pequeno pedaço de tinta até peças descartadas durante o lançamento de foguetes.


Em Setembro de 2023, a Agência Espacial Europeia estimou que 35.290 objetos estavam sendo rastreados e catalogados pelas várias redes de vigilância espacial, sendo que a massa total dos objetos que orbitam a Terra ascendia a mais de 11.000 toneladas.


Link de referência da matéria: https://www.cnnbrasil.com.br





0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page