top of page

Geopolítica: conheça a origem, história e importância para o Brasil e o mundo

Entenda o que é geopolítica, qual a origem do conceito e também sua importância no contexto global. Confira um panorama sobre o cenário nacional e mundial

A geopolítica é uma área que se concentra na interseção entre geografia, relações internacionais e dinâmica de poder global.

Suas raízes remontam ao início do século XX e se fortalecem com o passar dos anos.


Hoje, esses estudos englobam a análise de diversos fatores que podem impactar as relações econômicas, políticas e culturais entre diferentes países, por isso tornam-se cada vez mais importantes.

Ao compreender esse campo da geografia, é possível aprofundar o entendimento sobre as relações de poderes, ações diplomáticas e militares, guerras e movimentos mundiais.


O que é Geopolítica?

Geopolítica é um ramo da ciência que aborda a relação entre a geografia, acontecimentos históricos e políticos, com o objetivo de interpretar fenômenos globais.

Para isso, a área estuda temas como guerras, movimentos migratórios e acordos entre países, por exemplo.

A ideia é entender como os humanos interagem com seu ambiente, considerando as relações de poder, para então compreender suas posições políticas e impactos das ações a nível global.

Esses estudos podem, por exemplo, examinar como os líderes aproveitam as vantagens geográficas para criar estabilidade econômica e militar, como os recursos são divididos entre os países e como as diferenças locais ou regionais afetam o cenário internacional.


Qual é a diferença entre Geopolítica e Geografia Política?

O campo geopolítico e o da geografia política têm relação direta, mas apresentam abordagens distintas. Enquanto a segunda tem uma análise voltada para a relação dos Estados com seu próprio território, mais administrativa, a primeira traz estudos mais amplos.

Isso porque o estudo geopolítico vai além do território próprio de um país e avalia a relação de poder entre diferentes Estados, considerando disputas internacionais, com base nas vias militares e na diplomacia.

Neste contexto, o conceito de geopolítica abrange estudos sobre relações, estratégias e fatos globais, e não apenas locais, como acontece na área de geografia política.


história da Geopolítica

O termo surgiu pela primeira vez no início do século XX, apresentado em uma obra de Rudolf Kjellén, um cientista político sueco que cunhou o conceito durante seus estudos sobre geografia política.

Na época, Kjellén definiu o Estado como principal agente político e delineou o conceito no contexto da Suécia, ampliando o conceito de geografia política.

O momento, marcado pela Primeira Guerra Mundial e por disputas territoriais, fortaleceu esses estudos.

Contudo, foi durante a Segunda Guerra Mundial e a Guerra Fria que as questões territoriais se intensificaram e o termo realmente ganhou destaque.

Neste período, o cenário mundial estava à frente de uma disputa ideológica, com disputas econômicas e políticas envolvendo as relações internacionais.

Com isso, os estudos geopolíticos se concentraram na análise das relações militares e diplomáticas da época.

Após o fim da Guerra Fria, o período histórico da Nova Ordem Mundial, marcado pela multipolaridade, trouxe uma abordagem mais econômica para os estudos.

Desde então, essa área da geografia evoluiu e incluiu outras dinâmicas em suas pesquisas sobre o cenário político internacional, como questões populacionais, por exemplo.


O que se estuda em Geopolítica?

O campo de estudo geopolítico busca interpretar as relações de poder, seja de um país com o seu território ou entre diferentes Estados, observando assim os acontecimentos globais.

Essa pesquisa envolve diferentes fatores, como as associações diplomáticas, os interesses de cada país e as estratégias adotadas por eles diante de diferentes situações.

Para isso, a área avalia temas como:

  • conflitos mundiais;

  • relações de dominação entre países;

  • relações econômicas, políticas e culturais entre diferentes países;

  • papel de diferentes agrupamentos, como blocos econômicos, no cenário global;

  • atuação de organizações supranacionais, como a ONU (Organização das Nações Unidas).

A partir disso, os estudos buscam compreender as motivações, os comportamentos e os impactos das relações de poder no cenário territorial e também mundial.


Qual é a importância da Geopolítica?

Essas análises são fundamentais para entender questões políticas, sociais e econômicas do mundo, bem como o papel de cada país e organização no contexto maior.

Além de ajudar a compreender a conjuntura política mundial passada, os estudos geopolíticos contribuem para a interpretação de questões atuais, trazendo uma visão mais analítica dos fatos.

Com isso, é possível obter informações sobre o nível de influência de países e, assim, prever o decorrer de relações internacionais e movimentos globais.

A partir dessas análises, o conceito geopolítico fornece uma estrutura para desenvolver e executar ações para lidar com diversos cenários, buscando atender interesses comuns e preservar a segurança dos países.


Cenário da Geopolítica no Brasil

Durante o século XX, os estudos geopolíticos se concentraram no Brasil, especialmente nos meios militares, considerando questões de integração e exploração territorial, assim como proteção das fronteiras.

Alguns anos depois, o cenário nacional foi modificado pela industrialização e modernização da agricultura, que alterou a posição brasileira na conjuntura econômica e política mundial.

Entretanto, foi com o processo de redemocratização, após o período da ditadura militar, que o Brasil passou a participar mais ativamente do cenário geopolítico global.

/ Cenário da geopolítica brasileira

Esse movimento de inserção pode ser percebido especialmente no contexto econômico e nas relações políticas com outros países, com eventos como a criação do Mercosul, bloco econômico sul-americano.

Hoje, o Brasil também faz parte do Brics, bloco que reúne países emergentes com capacidade de se tornarem potências econômicas até 2050. Fazem parte do grupo o Brasil, a Rússia, Índia, China e África do Sul.

Isso indica o cenário geopolítico atual do país, que busca manter relações equilibradas com diversos territórios internacionais.


A Geopolítica mundial

O contexto geopolítico mundial teve muitas transformações ao longo dos anos, impulsionadas por acontecimentos históricos, como a Primeira e Segunda Guerra Mundial, Guerra Fria, queda do Muro de Berlim e a Nova Ordem Mundial, por exemplo.

Além desses pontos, outro fato que direcionou a construção do cenário atual foi o desenvolvimento do capitalismo, que levou também à dinamicidade de processos econômicos e políticos.

Atualmente, é possível observar outras questões relacionadas ao conceito geopolítico acontecendo nos territórios internacionais, como a guerra entre Rússia e Ucrânia.

O conflito envolve motivações culturais, econômicas e políticas, e afeta a conjuntura global. A mesma visão é válida para os confrontos recorrentes no Oriente Médio, que abrangem também questões étnicas.

Tudo isso acontece diante de um cenário de multipolaridade mundial, que tende a impulsionar a ascensão de novos pólos de poder e, com isso, criar tensões e conflitos como esses.


Resumo

Com o objetivo de compreender o campo de estudos geopolítico e sua importância para o cenário mundial, essa matéria abordou os seguintes tópicos:

  • origem do conceito geopolítico;

  • qual a importância desses estudos;

  • cenário geopolítico no Brasil e no mundo;

  • estudos explorados por essa área da geografia;

  • diferença do conceito em relação aos estudos da geografia política.


35 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page