top of page

Uso do 5G em cidades inteligentes é destaque em 2º dia de evento de tecnologia em SP

Drone que transporta órgãos e carro autônomo para logística foram expostos na 23ª edição do FutureCom

As possibilidades de inovação em cidades inteligentes foram alguns dos destaques do segundo dia da 23ª edição do FutureCom, nesta quarta-feira (4).


Uma das novidades apresentadas no evento é o drone RQ-17 ION, da Jetwind e da LabRetiail, que poderá ser usado para auxiliar na área da saúde, por exemplo.

Com capacidade de carga de 10 quilos e automação de voo de até 100 quilômetros, o drone pode transportar de forma emergencial órgãos para transplante e bolsas de sangue ou levar vacinas e medicamentos para locais remotos com um custo menor e uma logística mais simplificada do que com o uso de um helicóptero.


Entre as novidades expostas, também chamou atenção o uso do 5G e da Nuvem no manejo de carros autônomos, para uso logístico, entregas, entre outras possibilidades.


“Nós estamos no início de uma jornada. É a pontinha do iceberg, mas nós já conseguimos experimentar muita coisa. Temos um aparato de soluções em prática aqui dentro. Por exemplo, uma cidade inteligente com um veiculo autônomo e uma sinalização automática, uma semaforização”, destacou Alexandre Gomes, diretor de Marketing da Embratel, que expôs um carro autônomo conectado a uma rede privativa.


“Nós temos uma outra aplicação, de medicina remota, tudo utilizando as redes privativas, as soluções de redes privativas em caráter real. Essas possibilidades já existem e nós temos muita coisa a acontecer”, concluiu Gomes.


Estudo feito pela IDC sob encomenda da DocuSign mostra que 49% das companhias acreditam que produtos e serviços digitais vão impulsionar a receita nos próximos anos.


O levantamento foi divulgado durante a 23ª edição do FutureCom, o maior evento de tecnologia, telecomunicação e inovação da América Latina. O evento reúne mais de 250 marcas expositoras e 800 palestrantes.


Durante as palestras, foram discutidas a virada de chave para a conectividade de empresas e cidades, a monetização do 5G empresarial e a introdução do cidadão no centro dos serviços digitais públicos.


Sob o tema “Connecting the Interactions – a era da interação de dados, pessoas e negócios conectados”, a 23ª edição do FutureCom termina na quinta-feira (5).


Link de referência da matéria: https://www.cnnbrasil.com.br




0 visualização

Comments


bottom of page