top of page

Tempestade Hilary atinge os Estados Unidos e deixa estragos na Califórnia

Foram registradas inundações em partes do sul do estado; antes, fenômeno provocou a morte de uma pessoa no México


Após passar pelo México, a tempestade Hilary, atingiu neste domingo (20) o sul da Califórnia, nos Estados Unidos. Temporais causaram estragos no estado e desencadearam chuvas recordes durante toda a noite, derrubando linhas de energia em toda a região.

Foram registradas inundações em partes do sul do estado, que é mais acostumado com a seca. As áreas montanhosas e desérticas podem receber de 12 a 25 cm de chuva rara, quantidade que os desertos costumam ver em um ano, disseram os meteorologistas.

Ao longo da passagem pelo México, a tempestade atingiu a força de um furacão de categoria quatro, mas perdeu força e foi rebaixada para uma tempestade tropical na manhã de domingo.

Antes de o fenômeno atingir a Califórnia, o governador Gavin Newsom declarou estado de emergência. A prefeita de Los Angeles, Karen Bass, disse que ainda estava preocupada que as pessoas pudessem baixar a guarda se Hilary as deixasse inicialmente ilesas, mas depois a tempestade voltasse para surpreender aqueles que não estavam preparados.

Apesar da perda de força, foi registrada a morte de um homem no estado mexicano de Baja Califórnia, quando uma família foi arrastada para o mar enquanto atravessava um riacho. Nos Estados Unidos, voos e eventos esportivos foram interrompidos.

Autoridades disseram que as 75 mil pessoas sem-teto do condado de Los Angeles são especialmente vulneráveis, assim como os desfiladeiros nas encostas e as áreas recentemente devastadas por incêndios florestais.

Por precaução, os dois maiores distritos escolares do estado, em Los Angeles e San Diego, cancelaram as aulas nesta segunda-feira.

Hillary tornou-se a primeira tempestade a atingir o condado de Los Angeles desde 1939. Esse acontecimento foi considerado “histórico” pelo meteorologista do National Weather Service, Richard Thompson: “Já se passaram algumas décadas desde que isso aconteceu pela última vez. Então, é definitivamente uma ocorrência muito rara.”

Link de referência da matéria: https://www.cnnbrasil.com.br

1 visualização

Commenti


bottom of page