top of page

Temperaturas negativas e neve devem dificultar resgate após forte terremoto na Turquia e na Síria

Segundo meteorologistas, o clima frio e úmido atinge a região afetada pelo tremor de magnitude 7,8

Com um clima frio e úmido se movendo pela região, as más condições provavelmente afetarão os esforços de resgate e recuperação pós-terremoto no sul da Turquia e no norte da Síria nesta segunda-feira (6), segundo meteorologistas da CNN.

Temperaturas um pouco acima da marca de congelamento estão ocorrendo na província de Gaziantep, na Turquia, com chuva e pancadas de neve previstas para segunda e terça-feira.


Embora o início de fevereiro caia na parte mais fria do ano, as temperaturas atuais são ainda mais frias que a média, ficando cerca de 5°C.

As temperaturas cairão abaixo de zero na terça-feira, com a mínima em Gaziantep caindo para -6ºC.

Tempestades de neve se tornarão mais difundidas no final da segunda-feira e durarão até terça-feira. A neve será mais pesada nas elevações mais altas, mas pode cair até a fronteira com a Síria.

Apesar das condições, as autoridades pediram aos moradores que deixassem seus prédios em segurança, já que tremores secundários adicionais são esperados após o terremoto de 7,8 na segunda-feira.

No entanto, “é uma pergunta bastante difícil, considerando que o clima na época está quase congelando”, relata Scott McLean, da CNN. “É muito difícil ficar fora de pijama por longos períodos de tempo sem casacos, sem suprimentos.”



0 visualização
bottom of page