top of page

SXSW 2024: Qual é o futuro da tecnologia? Novo relatório aponta tendências

Futurista americana Amy Webb lançou, no SXSW, seu esperado relatório de tendências e tecnologia


Neste sábado (09), a futurista norte-americana Amy Webb lançou, no SXSW, um novo relatório de tendências e tecnologia.


O South by Southwest, mais conhecido como SXSW, acontece anualmente em março, em Austin, nos Estados Unidos e é considerado um dos maiores eventos de tecnologia, música, inovações e cultura do mundo, trazendo ainda, atrações de diferentes países.

Amy Webb diz acreditar que estamos vivendo uma nova era, semelhante à revolução industrial ou à era da internet, que remodelaram o mundo, com um componente diferente: “No passado, superciclos eram definidos por apenas uma tecnologia. Não é o que está acontecendo. O que nós determinamos e encontramos no Instituto Futuro é que não é só uma tecnologia que está mudando tudo. São três: biotecnologia, inteligência artificial e um ecossistema de coisas conectadas.”


A 17ª edição do Tech Trends Report, do Future Today Institute, traz quase 900 tendências em tecnologia que reinarão em 2024. Confira algumas abaixo:


Inteligência Artificial

A IA é uma tecnologia transformadora e de uso geral com o potencial para influenciar economias inteiras e alterar sociedade. Da IA multimodal aos agentes de autoaperfeiçoamento e wearables com assistentes de bordo, o ecossistema está mudando rapidamente.


Embora os avanços da IA ​​prometam remodelar o nosso mundo, as tendências emergentes destacam riscos sem precedentes, sublinhando a necessidade de preparação, governança e alinhamento.

Para Amy Webb, depois dos chamados LLM (Large Language Models), veremos cada vez mais o que ela chama de Large Action Models, que são dispositivos que vão permitir que a inteligência artificial reconheça e aprenda com nossas ações. Aparelhos como Apple Vision Pro já são parte dessa realidade. “Há dispositivos que estão chegando ao mercado este ano que também terão vários sensores. Agora, esses computadores estão sendo criados para, no seu ponto de vista, ajudá-lo a interagir com o mundo de forma diferente. No meu ponto de vista, eles terão outros propósitos também. Estão sendo feitos para ler suas intenções. Eles já podem fazê-lo, em parte, lendo os movimentos das suas pupilas”.


“Basicamente, quando você pensa em alguma coisa suas pupilas começam a reagir. Então se você fica animado, ela muda de tamanho, você não tem controle sobre isso. O que significa que seus olhos vão se mexer mesmo antes que você potencialmente esteja consciente do pensamento que terá. Ou seja, sua pupila vai se mover, às vezes, antes que seu corpo o faça. O que significa que seu computador facial vai saber o que você está prestes a pensar, antes de você mesmo.”


Mobilidade, robôs e drones

Outra tendência no ramo de tecnologia são os robôs e drones. Os consumidores estão se adaptando aos veículos elétricos e semiautônomos e aos que coletam cada vez mais dados.

Ao mesmo tempo em que a tecnologia das baterias está aumentando, permitindo que veículos, robôs e drones tenham um desempenho mais longo, a ascensão destas máquinas sugere um futuro onde elas complementam e até mesmo substituem tarefas humanas.


Notícia e Informação

A IA também está presente na busca e descoberta de informações e um exemplo que utiliza essa tecnologia é o ChatGPT, da OpenAI. Essa e outras tecnologias estão moldando o futuro da criação, distribuição e monetização de conteúdo.


Cuidados de Saúde e Medicina

Outro assunto que também entrará em pauta é a barreira entre o digital e o biológico, que está desaparecendo aos poucos. A fusão entre os dois mundos permite uma nova gama de tratamentos, como por exemplo, células dentro do nosso corpo que podem produzir medicamentos em resposta a estímulos externos.


Nova era da exploração espacial

Esta nova era envolve uma constelação mais ampla de nações menores e empresas privadas, todas possibilitadas pela diminuição custo de acesso ao espaço. Com custos de lançamento reduzidos, a gravidade zero poderia desbloquear descobertas científicas anteriormente impossíveis. Mas a questão sobre o sonho de uma humanidade multiplanetária levanta o debate sobre se isso realmente é uma prioridade.


Esportes

A tecnologia também está aprimorando as capacidades de treinadores, atletas e torcedores. Equipes e ligas já veem progresso no treinamento, desempenho, análise e reabilitação graças a ferramentas como realidade mista e inteligência artificial.

Além dessas ferramentas, ofertas de estádios mais inteligentes também já estão sendo pensadas para aprimorar a qualidade dos jogos e a experiência para o espectador.

Além das tendências citadas, outras também se destacam no SXSW deste ano. É o caso de energia e clima, computação, serviços financeiros, entre outros.


Incertezas ligadas à tecnologia nos próximos anos

O relatório também destaca as incertezas dessas tendências. De forma geral, elas representam o que não podemos saber e identificar. Por outro lado, elas ajudam a reduzir o risco de pontos cegos no caminho. Em destaque, o relatório de Amy Webb deu enfoque para cinco principais incertezas que moldarão 2024. Confira quais são:

  • Com que rapidez a IA revoluciona negócios, e de que maneiras?

  • Quais desafios globais a bioengenharia será capaz de abordar?

  • Como os países e empresas se comprometerão com a descarbonização?

  • Como será que os humanos vão priorizar seus ambientes de trabalho no futuro e como serão esses locais?

  • Qual é o futuro da indústria global de fabricação de chips?

Para Webb, cenários catastróficos são uma possibilidade se intervenções não forem feitas no caminho do desenvolvimento das tecnologias. “Não é a tecnologia que vai nos levar a resultados catastróficos. Tecnologia não é má ou boa. É como as pessoas usam a tecnologia. E quem são as pessoas construindo tecnologia, e financiando a tecnologia e suas empresas, e aumentando o controle que eles têm sobre nosso dia a dia?”, questionou a futurista.


Nesta sexta-feira (08), o destaque do SXSW foi a presença de Meghan Markle em palestra especial do Dia Internacional da Mulher. Em sua fala, a Duquesa de Sussex reforçou a importância da representatividade na mídia e disse que é privilegiada por ter um marido participativo na criação dos filhos.


Link de referência da matéria: https://www.cnnbrasil.com.br

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page