top of page

Saúde: confira 6 profissões em alta

O Dia Nacional da Saúde é celebrado no dia 5 de agosto e homenageia o nascimento de Oswaldo Cruz, bacteriologista, epidemiologista e sanitarista, nascido na cidade de São Luís do Paraitinga-SP, em 1872.

Em cenário pandêmico vigente, os profissionais da saúde são recordados/relembrados frequentemente pela população e a UNIFF também os recordará nesta publicação e em data de celebração.

Na série textual sobre profissões, a publicação aborda as profissões em alta na área da Saúde. Confira as possibilidades profissionais para você que deseja atuar nas diversas áreas sanitárias. Auxiliar de enfermagem O atendimento em enfermarias é realizado por três profissionais que são pilares para o público em geral: o enfermeiro, o técnico de enfermagem e o auxiliar de enfermagem. O auxiliar de enfermagem está presente no atendimento básico do paciente que procura uma unidade de saúde/centro hospitalar. O auxiliar é responsável pela preparação dos pacientes em consultas e procedimentos. De acordo com a página da profissão, o auxiliar de enfermagem segue as orientações de enfermeiros e da equipe médica, atua na realização de exames mais simples e promove campanhas educacionais de saúde. Além disso, o profissional poderá incentivar e auxiliar os pacientes sobre práticas de higiene, colher materiais e realizar o controle de estoque do material utilizado.

Técnico de enfermagem O técnico de enfermagem possui habilitação para cuidar de pacientes em casos de média e alta complexidade nos centros hospitalares ou unidades básicas de saúde. Sob a supervisão do enfermeiro, o profissional poderá realizar atendimentos de pacientes em quadro de pré e pós-operatório. Além disso, ele está apto a trabalhar em centros cirúrgicos, garantindo a higiene e segurança do local de trabalho. Dois lembretes para quem quer atuar nesta área. O curso técnico de Enfermagem solicita a conclusão de estágio obrigatório ao estudante e o profissional técnico de Enfermagem deve se registrar no Conselho de Enfermagem do estado onde atua.

Fisioterapeuta O fisioterapeuta é o profissional da área da saúde que irá executar técnicas médicas e fisioterápicas com o propósito de restaurar a capacidade física do paciente. Este profissional poderá atender pessoas com problemas físicos resultantes de acidentes ou falhas na postura. Além disso, o fisioterapeuta costuma realizar atendimento aos seguintes pacientes:

  • idosos,

  • crianças,

  • gestantes,

  • atletas,

  • pessoas com deficiência ou que sofreram alguma lesão

  • pessoas com dores crônicas no corpo.

Técnico em radiologia De acordo com a página da profissão, o técnico de radiologia possui conhecimento para diversas atuações como, por exemplo, promover exames radiográficos tradicionais e habilitação com as soluções químicas e processamento do filme. Vale destacar que o profissional estará apto ao preparo dos pacientes para os demais exames nos serviços de radiologia e diagnóstico por imagem. Após concluir o curso técnico em Radiologia, o profissional deverá fazer o seu registro no Conselho Regional de Técnicos em Radiologia (CRTR) de sua jurisdição, antes de começar a atuar na área. De acordo com a página de salários da UNIFF, o tecnólogo em radiologia recebe salário médio de R$3.365,78, no Brasil, de acordo com os dados do Caged.

Farmacêutico O farmacêutico é um profissional que possui habilitação para o desenvolvimento de medicamentos e fármacos, e compreensão das consequências das produções no organismo humano ou animal. O farmacêutico trabalha em diversas etapas produtivas, como as de desenvolvimento, produção, análise, manipulação e dispensação de remédios e medicamentos. De acordo com o Guia da Faculdade| Estadão, 566 instituições cadastraram cursos de graduação em Farmácia na avaliação realizada em 2021. Apenas 9 cursos foram avaliados com a nota máxima (5 estrelas) no Guia da Faculdade. Confira no Guia quais são os cursos de Farmácia mais bem avaliados. Gestor hospitalar O gestor hospitalar é o profissional responsável por administrar e conduzir as atividades de um hospital, seja público ou privado, de acordo com a página da profissão na UNIFF. Ele realiza o planejamento estratégico e o gerenciamento dos sistemas de saúde, que envolvem a logística hospitalar, a gestão de pessoas, além da compra de materiais e equipamentos do centro hospitalar. Não há uma formação ou cargo único específico para o gestor hospitalar. Uma das possibilidades é realizar a graduação tecnológica em Gestão Hospitalar, com média de dois anos de duração, ou pós-graduação na mesma área de conhecimento.

0 visualização
bottom of page