top of page

Quais as principais dúvidas sobre cobertura de plano de saúde dos brasileiros?

Levantamento do Google Trends revelou os procedimentos mais buscados na internet

O Google Trends fez um levantamento das dúvidas mais pesquisadas pelos brasileiros em relação à cobertura de procedimentos pelo plano de saúde.


As dez dúvidas mais pesquisadas no Google são:

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) define uma lista de consultas, exames e tratamentos que os planos de saúde são obrigados a fornecer – o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde.


A lista obrigatória estabelecida pela ANS é válida apenas para os planos contratados a partir de 2 de janeiro de 1999, ou para os planos contratados antes dessa data que foram adaptados à Lei dos Planos de Saúde.


No entanto, os procedimentos obrigatórios também dependem do tipo de plano de saúde. O plano pode ser apenas ambulatorial (sem cobertura de internação), hospitalar (com ou sem obstetrícia), referência ou odontológico.

Antes de consultar se o procedimento está coberto pelo plano, é importante saber exatamente qual o seu plano de saúde.

É possível consultar se um exame específico está coberto pelo seu tipo de plano neste link disponibilizado pela ANS.

Vale ressaltar também que, mesmo os procedimentos ou consultas que estão inclusos no seu tipo de plano muitas vezes podem depender de diretrizes de utilização – que são critérios como sexo, idade, histórico familiar, condição clínica, entre outros.

Em relação às cirurgias plásticas, por exemplo – dúvida que está no topo da lista das mais pesquisadas no Google: se a cirurgia tiver apenas fins estéticos, o plano não é obrigado a cobrir. No entanto, se a cirurgia plástica for recomendada em casos de reparação, o plano deve cobri-la.

Uma cirurgia plástica reparadora é aquela indicada para corrigir deformidades congênitas, reparar algum tipo de lesão ou devolver o estado original a algum problema resultante de traumas. Mesmo que o fim seja estético, a cirurgia reparadora visa devolver a qualidade de vida dos pacientes.


Link de referência da matéria: https://www.cnnbrasil.com.br

15 visualizações
bottom of page