top of page

Profissões na área ambiental que talvez você não conheça

O Dia Nacional da Mata Atlântica é celebrado no dia 27 de maio e, pensando nesta data mais do que especial, a UNIFF lista profissões na área ambiental que talvez você não conheça. De acordo com o ICMBio, a data é uma referência da assinatura da Carta de São Vicente, de autoria do Padre Anchieta, documento no qual descreveu a biodiversidade das florestas tropicais nas Américas.

O Ministério do Meio Ambiente afirma que a Mata Atlântica ocupava mais de 1,3 milhões de km² em 17 estados do território brasileiro, presente em parte da costa do Brasil. Porém, devido à ocupação e atividades humanas, cerca de 29% de sua cobertura original estão presentes e sobreviveram às ações do ser humano. No Dia Nacional da Mata Atlântica, a UNIFF seleciona algumas possibilidades de cursos para quem quer trabalhar na área ambiental. Antes de iniciarmos o texto sobre as profissões e a área ambiental, deixamos o convite da publicação da semana passada sobre 10 profissões em alta em Direito. Com o convite devidamente feito, vamos ao texto de hoje. Boa leitura!

Engenheiro Florestal O engenheiro florestal trabalha em conjunto com projetos econômicos de empresas e indústrias que utilizem recursos florestais. Nesses projetos, o profissional é responsável por avaliar e fiscalizar o bom uso desses recursos, garantindo o equilíbrio entre a exploração e a renovação natural da vegetação. Para se tornar engenheiro florestal, é necessário graduar-se em Engenharia Florestal e realizar os procedimentos necessários para obter o registro profissional no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), que é obrigatório.

Meteorologista O profissional possui conhecimento de estudos e/ou interpretação de dados sobre a temperatura, chuvas, umidade do ar e ventos, além da interpretação de imagens de radares e satélites. O meteorologista é um profissional que está apto a previsão das condições atmosféricas. A pessoa interessada nesta área profissional poderá realizar os cursos de Meteorologia, Ciências Atmosféricas e Engenharia Meteorológica. Entretanto, as opções são disponibilizadas majoritariamente por universidades públicas.

Engenheiro Hídrico Aquele que está habilitado ao trabalho com o desenvolvimento de projetos, na gestão e supervisão da atividade profissional que usufrui dos recursos hídricos em seu cotidiano. Com ampla possibilidade de atuação, o engenheiro hídrico poderá atuar em construções de barragens, usinas hidrelétricas, saneamento básico, obras de irrigação, no setor industrial e fabril. O engenheiro hídrico também poderá desempenhar funções em reservatórios de recursos hídricos, gerenciamento e manutenção de bacias hidrográficas e com o monitoramento de qualidade da água.

Analista Ambiental Este profissional é responsável por garantir a minimização dos impactos ambientais da empresa ou indústria em que trabalha, seguindo a legislação. O analista também pode trabalhar em órgãos públicos (Por exemplo, o Ibama) que lidam, atuam e/ou fiscalizam questões ambientais. O analista ambiental é o responsável por obter as licenças e autorizações de funcionamento de empresas dentro dos governos municipal, estadual e federal, além de ser o ponto de contato com agentes de fiscalização ambiental. Engenheiro de Petróleo e Gás

Segundo a página da profissão, o engenheiro de petróleo e gás possui habilitação e conhecimento de todas as etapas do processo de extração de petróleo e gás natural. Este profissional está apto a elaboração de projetos, supervisão e gerenciamento de todos os estágios, iniciando pelo descobrimento de novas jazidas, até a comercialização do produto final. O engenheiro de petróleo e gás está apto ao trabalho na produção industrial para avaliação de riscos aos funcionários e ao meio-ambiente. Além disso, o profissional está apto a atuação em órgãos públicos (municipal, estadual e federal) e órgãos de fiscalização ambiental.

Gestor Ambiental Este profissional tem atuações com o bom uso dos recursos naturais e matérias-primas, além da fiscalização e gerenciamento da quantidade de resíduos gerados pela empresa na qual trabalha. O gestor ambiental atua com os três pilares da sustentabilidade - social, ambiental e econômico - buscando sempre o equilíbrio entre esses fatores. Além disso, o gestor ambiental poderá atuar com o desenvolvimento de programas de responsabilidade socioambiental, recuperação de áreas degradadas, educação, regulações e certificados, fiscalização do processo produtivo, elaboração de políticas públicas, extração de recursos naturais e geoprocessamento.

Engenheiro de Minas e Energia O profissional de Engenharia de Minas atua na área da tecnologia mineral em companhias mineradoras e possui responsabilidades em pedreiras, na construção de estradas, em empresas de demolição e no processo de extração de minérios. Este profissional tem conhecimento de diversas etapas da cadeia produtiva na área de Minas e Energia, como a perfuração, desmonte, escavação, carregamento, transporte, classificação, lavagem, concentração, secagem e embalagem para embarque. Engenheiro de Pesca O profissional também está apto ao desenvolvimento de novos métodos e tecnologias para a reprodução, captura, transporte, acondicionamento e beneficiamento de recursos pesqueiros. O engenheiro de pesca pode atuar em órgãos públicos e ONGs relacionadas com a preservação e conservação do meio ambiente. Outra possibilidade de atuação é o trabalho junto aos pescadores e aquicultores, principalmente, em situações de orientação e estruturação de ações de produção e sustentabilidade durante o trabalho pesqueiro.

0 visualização
bottom of page