top of page

Profissões em alta para quem gosta de Exatas

Números, cálculos, resolução de problemas e dados. As quatro palavras mencionadas podem ter relação direta com pessoas que trabalham na área de Exatas. A UNIFF, pensando no pessoal que possui afinidade com a área, veicula nesta quinta-feira (27/04) a continuação da série textual sobre profissões. Desta vez, o tema são as Profissões em alta para quem gosta de Exatas. Análise, dados, área das engenharias e finanças são algumas das possibilidades de atuação para quem tem aptidão aos conhecimentos de Ciências Exatas. Analista de dados O analista de dados é um profissional estratégico para as empresas e organizações nas quais trabalha, Afinal, sua função é essencial para apoiar e compreender cenários e corroborar decisões da empresa. A partir da análise dos dados coletados, o analista pode realizar a organização e a interpretação para verificar padrões, torná-los visíveis e compreensíveis para um setor ou para a empresa. O profissional propicia caminhos mais visíveis e, consequentemente, aponta caminhos e soluções para eventuais problemas ou soluções.

Analista de sistemas De acordo com a página da profissão, o analista de sistemas atua na área de Tecnologia da Informação (TI) desenvolvendo soluções específicas em sistemas informatizados para empresas. Este profissional está habilitado ao trabalho com uma série de atuações como, por exemplo, analisar, documentar, projetar e/ou gerenciar os sistemas de informações necessários para os negócios de seus clientes ou empregadores.

Cientista da computação O cientista da computação possui habilitação para desenvolver sistemas e aplicações, determinar a interface gráfica, implantar decisões tecnológicas e trabalhar com a parte estrutural do banco de dados, além da codificação dos programas. Em outras palavras, um profissional que está envolvido com soluções computacionais desde situações básicas até ambientes mais complexos para resolução. Contabilista O profissional está geralmente atrelado às áreas financeira, patrimonial e econômica de sua empresa ou organização. Entre suas atribuições, o contabilista pode atuar nos trâmites de abertura de empresas, organizar e recomendar seus regimes tributários, desempenhar funções na criação de relatórios e balanços diversos, assim como realizar perícias e auditorias contábeis. O contabilista é requerido em diversas áreas de atuação. Além de escritórios de contabilidade e sistema bancário, há possibilidade de trabalho em departamentos de contabilidade de empresas agrícolas, industriais, comerciais e de serviços. Engenheiro da computação O engenheiro da computação projeta/constrói máquinas computacionais e os utensílios vitais ao funcionamento da máquina, como teclado, mouse etc. Além disso, os conhecimentos desse profissional sobre o desenvolvimento de hardwares e softwares habilitam o trabalho com a automação de máquinas e equipamentos no setor de robótica. Após a formação no curso de Engenharia da Computação, o profissional deve se registrar no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA). A partir disso, pode buscar empregos na área por meio de processos seletivos regulares.

Engenheiro elétrico O engenheiro elétrico, ou engenheiro eletricista, é o profissional que projeta os sistemas dos serviços elétricos, eletrônicos e de telecomunicações. Ele realiza a análise e os testes das configurações técnicas, das instalações, materiais e equipamentos. O profissional da Engenharia Elétrica pode planejar e operar sistemas elétricos, seja em sua geração, transmissão ou distribuição de energia. O engenheiro está apto ao trabalho com projetos de usinas e estações de geração de energia.

Engenheiro físico De acordo com a página da profissão, o engenheiro físico possui conhecimento teórico da física e está apto a aplicá-lo em melhorias dos processos industriais e tecnológicos. Sua atuação pode impactar o fluxo de produção de diversas áreas, tanto na resolução de problemas como no desenvolvimento de novas possibilidades. O aluno terá, na maioria das faculdades, uma grade curricular comum às outras engenharias nos primeiros anos de curso. Posteriormente, o curso vai se encaminhar às matérias de especialidades e aprofundamento nesta área. Após a conclusão da graduação, o profissional deverá procurar o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) para obter o registro e permissão para atuar na área. Engenheiro industrial O engenheiro industrial acompanha as diversas etapas do processo produtivo em indústrias/fábricas e o propósito de sua atuação é implementar a infraestrutura necessária para otimizar o processo de fabricação. Além de buscar novas possibilidades, o seu olhar também é vital para correções e/ou ações de aperfeiçoamento das indústrias. Desta forma, a presença do profissional é indispensável para o aprimoramento do fluxo produtivo nos setores empresarial/industrial.

Tecnólogo em Gestão Financeira O Tecnólogo em Gestão Financeira possui conhecimento para atuar no gerenciamento dos serviços administrativos, operações financeiras e o levantamento de riscos econômicos em seu setor de atuação. Este profissional poderá atuar no acompanhamento dos resultados financeiros das empresas como, por exemplo, nos gastos, no lucro, nos investimentos e na folha de pagamentos. O trabalho deste profissional possui ampla área de atuação. Há possibilidade de funções em empresas industriais, comerciais, agrícolas, setor educacional e na prestação de consultoria para pessoas físicas e/ou jurídicas.

4 visualizações
bottom of page