top of page

Prêmio Fotógrafo de Vida Selvagem de 2023 anuncia vencedores; veja fotos

Fotógrafo francês ganhou prêmio principal pela segunda vez e terá foto exposta no Museu de História Natural de Londres

O concurso Fotógrafo de Vida Selvagem do Ano de 2023 anunciou nesta madrugada (11) os vencedores das 19 categorias. O prêmio principal foi para o fotógrafo subaquático e biólogo marinho francês Laurent Ballesta.

A fotografia campeã mostra um caranguejo-ferradura movendo-se lentamente no fundo do mar próximo a um trio de peixes. Além da qualidade técnica da imagem, o júri destaca o registro de uma espécie ameaçada de extinção em seu habitat natural.

“Ver um caranguejo-ferradura tão vibrantemente vivo no seu habitat natural, de uma forma tão assombrosamente bela, foi espantoso. Estamos olhando para uma espécie antiga, altamente ameaçada de extinção e também fundamental para a saúde humana. Esta fotografia é luminescente”, diz a presidente do júri e editora, Kathy Moran.

“Espero partilhar com a minha fotografia que a beleza do mundo natural está à nossa volta, mesmo em lugares onde menos esperamos, basta abrir os olhos e a mente”, disse Carmel.

Ao todo, a competição reuniu 49.957 candidaturas de 95 países. O concurso Fotógrafo de Vida Selvagem do Ano é desenvolvido e produzido pelo Museu de História Natural de Londres.

Na sexta-feira (13), será inaugurada no Museu de História Natural, em Londres, a exposição do concurso, que inclui as imagens premiadas.

Os vencedores das 19 categorias são:

  • Laurent Ballesta, França – Categoria principal do Fotógrafo de Vida Selvagem do Ano de 2023;

  • Carmel Bechler, Israel – Categoria de 15-17 anos;

  • Vihaan Talya Vikas, Índia – Categoria de 10 anos ou menos;

  • Ekaterina Bee, Itália – Categoria de 11-14anos;

  • Amit Eshel, Israel – Categoria Animais em seu Ambiente (Animals in their Environment);

  • Vishnu Gopal, Índia – Categoria Retratos de animais (Animal Portraits);

  • Hadrien Lalagüe, França – Categoria Comportamento: Aves (Behaviour: Birds);

  • Bertie Gregory, Reino Unido – Categoria Comportamento: Mamíferos (Behaviour: mammals);

  • Juan Jesús Gonzalez Ahumada, Espanha – Categoria Comportamento: Anfíbios e répteis (Behaviour: Amphibians and Reptiles);

  • Sriram Mural, Índia – Categoria Comportamento: Invertebrados (Behaviour: Invertebrates);

  • Rachel Bigsby, Reino Unido – Categoria Arte Natural (Natural Artistry);

  • Lennart Verheuvel, Holanda – Categoria Oceanos (Oceans: The Bigger Picture);

  • Agorastos Papatsanis, Grécia – Categoria Plantas e Fungos;

  • Mike Korostelev, Rússia – Categoria Subaquático (Underwater);

  • Knut-Sverre Horn, Noruega – Categoria Vida Selvagem Urbana (Urban Wildlife);

  • Joan de la Malla, Espanha – Categoria Áreas úmidas (Wetlands – The Bigger Picture);

  • Fernando Constantino Martínez Belma, México – Categoria Fotojornalismo;

  • Karine Aigne, Estados Unidos – Categoria História de Fotojornalismo (Photojournalist Story);

  • Luca Melcarne, França – Categoria Estrela em Ascensão (Rising Star).

Para conferir todas as fotos que venceram a edição deste ano, visite o site oficial do prêmio.


Link de referência da matéria: https://www.cnnbrasil.com.br


1 visualização0 comentário

Kommentare


bottom of page