top of page

Policial dá soco em rosto de mulher durante abordagem em Sergipe

Segundo a Polícia Militar do estado, agentes foram acionados para intervenção em um evento realizado sem o conhecimento dos órgãos públicos locais

Uma mulher foi agredida com um soco por um policial militar durante abordagem em uma cavalgada realizada em Cristinápolis, no estado de Sergipe, no domingo (5). As imagens da agressão circulam nas redes sociais nesta segunda-feira (6).

Segundo a Polícia Militar (PM) do estado, os agentes foram acionados para intervenção em um evento realizado sem o conhecimento dos órgãos públicos locais.


Ao chegar ao local, a equipe encontrou o que a polícia classificou como uma “desordem generalizada”, com motociclistas realizando “manobras perigosas”.

Em relação à mulher agredida, a PM afirma que ela conduzia uma motocicleta sem placa e escapamento e que teria se recusado a desligar e descer do veículo. Segundo a PM, pessoas no local estimularam ações contra os policiais.

“A condutora, então, passou a xingar os policiais militares e, ato contínuo, se apossou de uma pedra e arremessou na direção dos policiais. Ao tentar arremessar novamente a pedra contra a guarnição, um dos militares, agindo em defesa própria e dos companheiros, utilizou uma ação mais enérgica para repelir a injusta agressão perpetrada por essa pessoa”, diz a PM, em nota enviada à CNN.

De acordo com a PM, a mulher foi levada à delegacia, assinou um Termo Circunstanciado e foi liberada em seguida.

Governador cobra investigação

O governador de Sergipe, Fábio Mitidieri (PSD), se manifestou sobre o caso. Em publicação no Twitter, Mitidieri cobrou que o caso seja investigado.

“Não admitimos violência contra a mulher em nenhuma hipótese! Ao tomar conhecimento do ocorrido durante cavalgada de Cristinápolis, determinei ao secretário de Segurança Pública que a Corregedoria da PM apure com rigor o fato!”, disse.


0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page