top of page

Pix parcelado: entenda como funciona e quando vale a pena

Com o Pix parcelado, é possível realizar pagamento à vista e ter o dinheiro creditado em parcelas na conta; saiba se ele vale a pena e como funciona


O Pix parcelado é uma operação de crédito disponibilizado por alguns bancos e é destinado às pessoas que fazem um pagamento instantâneo, mas estão sem dinheiro na conta. Eles precisam ter uma linha de crédito pré-aprovada junto à instituição financeira.

O valor do Pix é creditado em parcelas na conta do usuário e é recebido instantaneamente na conta do destinatário informado por ele.

O Pix já é uma realidade que a maioria das instituições disponibiliza e é utilizado por pessoas físicas, pequenas e médias empresas. Ele é um sistema de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central do Brasil.

O Pix funciona por meio de chaves e possibilita que as transferências possam ser feitas em qualquer hora do dia. O pix parcelado é uma modalidade de utilização do Pix.

Entenda como funciona o Pix parcelado, se vale a pena, tem juros e pode ser utilizado em todas as lojas.


Como funciona o PIX parcelado?

Segundo o Banco Central, em maio de 2023, o Pix já acumulava mais de 149 milhões de usuários no Brasil, sendo mais de 137 milhões de pessoas físicas.

Enquanto o Pix parcelado ainda está em crescimento quanto a sua utilização, com aproximadamente 1/3 das empresas que conhecem essa opção. Ele é mais recorrente no comércio, em comparação com indústria e serviços.

Para usá-lo, é preciso possuir uma conta em um banco. Assim, na hora que o usuário for transferir uma quantia para outra pessoa ou empresa, ele solicita um valor emprestado à instituição e escolhe a quantidade de parcelas.

O parcelamento pode ser em até 24 vezes, com juros entre 2,09% e 3,99% que variam de acordo com cada instituição. No entanto, quem recebe o dinheiro tem acesso ao valor integral imediatamente.

O seu funcionamento é como um crediário digital, mas sem a necessidade de um intermediário entre comprador e vendedor.

Parcelar o Pix pode ser uma alternativa para quem quer comprar à vista, mas não tem saldo suficiente na conta, ou para quem prefere parcelar sem pagar juros e taxas adicionais.


O parcelamento no PIX vale a pena?

De acordo com o levantamento da Associação Brasileira de Internet (Abranet), 75% dos usuários de cartão de crédito têm o costume de fazer compras de produtos ou de serviços parcelados. Isso mostra como o parcelamento já é muito comum entre as pessoas.

Para saber se o parcelamento no Pix vale a pena, é preciso que cada pessoa verifique as preferências pessoais, necessidades e a recorrência de juros de cada instituição.

Ele pode ser utilizado quando ela está sem dinheiro ou ocorre um imprevisto e precisa fazer um gasto extra.

Vale lembrar que ele está atrelado ao limite do cartão de crédito e existe a cobrança de juros, se o pagamento não for feito no vencimento.


Quando o Pix parcelado tem juros?

Caso o Pix parcelado seja contratado sem o cartão de crédito, como uma linha de crédito pessoal, ele terá recorrência de juros, dependendo da instituição financeira e do número de parcelas escolhidas.

Também pode ter uma taxa cobrada pelo lojista. Ela é opcional e deve ser informada antes da finalização da compra.

O lojista pode cobrar essa taxa para compensar os custos em oferecer o Pix parcelado, que são maiores do que o Pix à vista. Por isso, é importante comparar as taxas e as condições antes de optar por ele.


É possível pagar com PIX parcelado em qualquer loja?

O Pix parcelado pode ser utilizado em qualquer loja que aceite essa forma de pagamento e pode estar submetido às taxas que variam conforme cada instituição.

Segundo a Boa Vista, 13% das compras parceladas são feitas pelo Pix. O cartão de crédito é o meio mais utilizado com 69%, e o carnê também é uma alternativa mais recorrente com 14%.

Vários varejistas acreditam que o Pix pode aumentar o número de vendas no comércio eletrônico e reduzir ou, até mesmo, substituir o boleto.


Como fazer pix parcelado?

Para fazer o Pix parcelado, basta acessar o aplicativo do banco, selecionar a opção de “Pix com cartão” ou “Pagar com Pix” e escolher o tipo de chave, que pode ser telefone, e-mail, CPF ou uma chave aleatória.

Em seguida, selecionar a opção “Parcelamento”, digitar o valor que quer enviar e escolher a forma de pagamento que será o cartão cadastrado.

Por fim, o usuário deve fazer a escolha da quantidade de parcelas, selecionar o tipo de cartão, revisar todos os dados e confirmar a transação.


Quando o parcelamento no PIX pode ser vantajoso?

O Pix parcelado pode ser vantajoso para quem quer aproveitar as facilidades e a segurança do Pix, mas não tem saldo suficiente na conta ou prefere parcelar para não comprometer o orçamento.

Além disso, o parcelamento no Pix pode ser uma alternativa aos cartões de crédito, que cobram taxas de juros e anuidade, e aos boletos, que geram custos de emissão e impressão.

No entanto, é preciso ficar atento às condições de cada loja ou prestador de serviço que oferece o parcelamento no Pix, pois existem diferenças nas taxas, nos prazos e nos limites de parcelas.

É importante também ter um bom planejamento financeiro antes de optar por qualquer operação financeira. Pois, o Pix parcelado será somado à fatura do cartão de crédito ou descontado da conta corrente.

Segundo o consultor Ademir Gutierri, mesmo que o Pix parcelado possa ajudar o cliente em compras emergenciais, ele alerta: “É recomendável somente para quem tem uma organização financeira muito boa! Afinal, o vencimento das parcelas futuras ocorrerá de acordo com a data de cada compra. Ou seja, é possível que você tenha débitos de Pix ocorrendo em diferentes datas ao longo do mês”.

Link de referência da matéria: https://www.cnnbrasil.com.br

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page