top of page

Pesquisa aponta Massa na liderança na Argentina; Milei e Bullrich aparecem empatados

AtlasIntel ouviu 4.248 pessoas entre dias 8 e 10 de outubro; nível de confiança é de 95%, com margem de erro 2 pontos percentuais, para mais ou menos

O candidato governista à Presidência da Argentina, Sergio Massa, lidera as intenções de votos no primeiro turno, com 30,6%, aponta a pesquisa do AtlasIntel divulgada na noite da terça-feira (10).

Na segunda posição, há um empate técnico: Javier Milei e Patricia Bullrich aparecem com 25,2% e 25%, respectivamente.


O levantamento ouviu 4.248 pessoas com mais de 16 anos por meios digitais e de forma aleatória entre dias 8 e 10 de outubro; nível de confiança é de 95%, com margem de erro 2 pontos percentuais, para mais ou menos.


O primeiro turno da eleição acontece no próximo dia 22.


Além deles, também pontuaram Juan Schiaretti (11,8%) e a oposicionista de esquerda Myriam Bregman (3,9%).

Não sabem em quem vão votar no primeiro turno 2,1% dos entrevistados, enquanto 0,7% disseram que votarão branco e outros 0,7%, nulo.


Evolução temporal de setembro a outubro

Os resultados ocorrem após dois debates presidenciais no mês de outubro — o primeiro foi no dia 1º de outubro e o segundo, no último domingo (8).

Em relação à pesquisa anterior do AtlasIntel, divulgada em setembro, Massa caiu apenas 0,1 ponto percentual, enquanto Milei foi de 27,9% para 25,2% e Bullrich saiu de 27,7% para 25%.

Schiaretti, no entanto, cresceu 7 pontos percentuais, saindo de 4,8% para 11,8%. Bregman também cresceu em relação à pesquisa passada, mas de forma um pouco mais tímida, saindo de 2,1% para 3,9%.

Em setembro, brancos eram 1,8%, nulo eram 1,4% e os que não sabiam eram 3,8% — demonstrando que mais eleitores argentinos estão se decidindo por algum dos cinco candidatos disponíveis.


Evolução das intenções de votos para primeiro turno presidencial da Argentina

A pesquisa ainda aponta 77,6% de desaprovação ao atual governo de Alberto Fernández, que apoia Sergio Massa, seu ministro da Economia, para substitui-lo. Foram 12,1% dos eleitores que disseram aprovar a gestão. E 10,2% disseram não saber.


Possibilidades para segundo turno

Caso o segundo turno seja entre Massa e Milei, haverá empate técnico e a eleição será decidido voto a voto. Isso porque 41% dos eleitores disseram que pretendem votar no candidato da extrema-direita, enquanto 39,3% devem votar no governista. Nesse cenário, 19,7% falam que votarão em branco, nulo ou dizem que não sabem.

Já em um segundo turno entre Massa e Bullrich, a pesquisa aponta possível vitória da candidata de direita, com 42,3% dos votos contra 37,2% de Massa. Aqui, 20,4% não sabem em quem votariam ou escolheriam branco e nulo.

Em um segundo turno entre Milei e Bullrich, ela também sairia vitoriosa, com 37,4% dos votos contra 32,3% do libertário. Neste caso, 30,3% falam em não saber, branco ou nulo.


Situação do país

A economia da Argentina vai mal, com inflação de três dígitos ao ano, falta de dólares e dívida bilionária com o Fundo Monetário Internacional (FMI). O tema é central nos debates eleitorais.

O primeiro turno das eleições será no próximo dia 22. Se nenhum dos candidatos chegar a mais de 50% dos votos, haverá segundo turno em 19 de novembro.


Link de referência da matéria: https://www.cnnbrasil.com.br

10 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page