top of page

O espaço é muito maior do que você pensa, mas não fica tão longe assim

Esses vídeos do Manual do Mundo vão te fazer refletir sobre a imensidão do espaço e seus planetas

Após as recentes notícias de supostas múmias extraterrestres no México ressurgiram muitos debates sobre a possibilidade de haver vida fora do nosso planeta Terra.

Ainda não existe nenhuma prova concreta, mas, para enriquecer essa conversa, segue essa sugestão de três vídeos do Manual do Mundo, o maior canal de Ciência e Tecnologia da América Latina, para trazer uma perspectiva melhor sobre as diferenças astronômicas entre os corpos celestes no nosso Sistema Solar:


Onde começa o espaço?


Parece que é um local muito distante da gente, principalmente quando se vê notícias de foguetes espaciais e a dificuldade que é enviar um objeto para fora da nossa órbita. Só que quando se coloca em perspectiva o tamanho do nosso planeta, não é tão longe assim.


Oficialmente, o espaço começa a 100 km de distância da superfície da Terra. Se considerarmos como exemplo um mapa-múndi do tamanho de uma mesa de jantar, o espaço começaria a uma altura equivalente a uma moeda de 50 centavos.


Qual é o tamanho do Sol?


Na maioria dos desenhos que mostram o sistema solar, o Sol é mostrado maior que os planetas, mas geralmente com umas duas ou três vezes o tamanho da Terra. Dificilmente é mostrado maior que isso. Só que ele é muito maior.

Se o Sol fosse uma bola em torno de uns 20 cm de diâmetro, a Terra seria um pouco maior que uma cabeça de alfinete. É quase uma poeira espacial


Quando dura um dia em cada planeta?

O vídeo acima mostra uma comparação de quanto tempo dura um dia em cada planeta do nosso sistema solar, usando o dia da Terra como referência. A diferença é impressionante.


Marte tem um dia que dura 24h e 24 minutos, muito parecido com o da Terra. Já em Júpiter e Saturno, que são muito mais rápidos, o dia lá dura só o equivalente a 10 horas daqui. Os mais “lentos” são Vênus e Mercúrio, onde um dia dura cerca de metade de um ano da Terra.


Link de referência da matéria: https://www.cnnbrasil.com.br


3 visualizações
bottom of page