top of page

Maior araucária do Paraná é derrubada durante vendaval: “Perda irreparável”

Árvore tinha mais de 750 anos e media 42 metros de altura

A maior araucária do estado do Paraná foi derrubada durante um forte vendaval no último fim de semana. A árvore ficava no município de Cruz Machado, no sul do estado, e era um importante ponto turístico da cidade.

Medindo cerca de 42 metros de altura, sendo que 36 metros só de tronco, estima-se que tinha mais de 750 anos, segundo a nota da prefeitura de Cruz Machado lamentando a queda da árvore conhecida como “gigante”.


“Esta é uma perda irreparável, pois encerrou seu ciclo uma árvore emblemática, que era um símbolo da nossa história e da nossa cultura. Agora restarão apenas as recordações desta árvore que foi, por centenas de anos, a rainha das araucárias do Paraná”, diz o texto publicado nas redes sociais do município.


A araucária é considerada uma árvore simbólica, sendo inclusive representada na bandeira e em manifestações culturais do Paraná. A vegetação conhecida como “mata de araucária”, ou floresta ombrófila mista, domina o território paranaense.


A árvore, que agora deixa de fazer parte da paisagem de Cruz Machado, era uma das maiores araucárias do Brasil. Seus 42 metros rivalizavam com os exemplares encontrados no Parque do Pinheiro Grosso em Canelas, no Rio Grande do Sul, com cerca de 48 metros de altura.


Chuvas no Paraná

O vendaval que causou a queda da árvore não foi isolado. Desde setembro, o estado do Paraná está sendo atingido por fortes temporais e ciclones extratropicais. Segundo a Defesa Civil, 70 municípios foram atingidos pelas consequências das condições climáticas adversas, e quase 40 mil pessoas ficaram desalojadas ou tiveram prejuízos com os estragos das chuvas.


Na madrugada desta quarta-feira (1º), a Usina Hidrelétrica de Itaipu abriu algumas comportas para escoar a água acumulada no reservatório, por conta da cheia do Rio Paraná. Segundo a Agência Brasil, a Comissão Especial de Cheias da Itaipu (CEAC) informou que prestará assistência às famílias atingidas pelas inundações decorrentes da vazão.


Na tarde da última terça-feira (31), o governo do Paraná divulgou que segue no atendimento às pessoas atingidas pela temporada de chuvas: “Toda a estrutura do Paraná está mobilizada para diminuir os efeitos dos temporais no Estado. O atendimento à população vai continuar em todos os municípios conforme a necessidade, até que o momento mais agudo das chuvas passe”, diz parte do post nas redes sociais.


Link de referência da matéria: https://www.cnnbrasil.com.br





2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page