top of page

Jonathan Majors: Ator de Creed III e Homem Formiga é preso acusado de agressão

Majors enfrenta acusações de estrangulamento, agressão e assédio, segundo o Departamento de Polícia de Nova York

O ator Jonathan Majors, que participou recentemente de “Creed III” e “Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania”, foi preso na manhã deste sábado (26) acusado de agressão em uma briga doméstica, de acordo com a polícia de Nova York.

Majors, de 33 anos, foi levado em custódia após uma ligação de emergência feita de um apartamento no bairro de Chelsea, em Manhattan, de acordo com nota emitida pelo Departamento de Polícia de Nova York (NYPD).


“A vítima informou a polícia que foi agredida”, diz o posicionamento. A mulher de 30 anos tinha “pequenos ferimentos na cabeça e pescoço”, disse a polícia.

Majors enfrenta acusações de estrangulamento, agressão e assédio, segundo o NYPD.

A advogada de Majors, Priya Chaudhry, disse que o ator é “totalmente inocente” e foi “provavelmente a vítima de uma discussão com uma mulher que conhece”.

“Estamos acumulando e apresentando provas para o Procurador Distrital com a expectativa de que todas as acusações sejam retiradas iminentemente”, disse Chaudhry em nota no domingo.

As provas incluiríam duas declarações escritas da mulher retratando as acusações, alegou a advogada, bem como imagens de vídeo de um veículo próximo de onde o incidente supostamente ocorreu e depoimento do motorista e outras testemunhas.

“Todas as evidências provam que o Sr. Majors é totalmente inocente e não a agrediu de qualquer forma”, disse Chaudhry.

Majors não está mais sob custódia da polícia, segundo informações do NYPD da noite de sábado.

Com o surgimento das alegações, o exército dos EUA anunciou que descontinuará dois comerciais de recrutamento estrelados por Majors, dizendo que a instituição está “profundamente preocupada”.


“Apesar de o Sr. Majors ser inocente até que prove-se o contrário, a prudência aconselha que descontinuemos os comerciais até que as investigações sobre as acusações sejam concluídas”, disse o Escritório de Marketing Empresarial do Exército.


Link de referência da matéria: https://www.cnnbrasil.com.br

0 visualização
bottom of page