top of page

Homem se declara culpado por ameaça de morte à rainha Elizabeth II em 2021

Jaswant Singh Chail, que invadiu o Castelo de Windsor com uma besta carregada em 2021, admitiu os crimes nesta sexta-feira (3)

Um homem preso no Castelo de Windsor, residência da rainha Elizabeth II, com uma besta carregada se declarou culpado em um tribunal de Londres nesta sexta-feira (3) por um delito sob a Lei de Traição e por ameaçar matar a monarca.

Jaswant Singh Chail, 21, admitiu os crimes em Old Bailey, em Londres, depois de ser preso no terreno do castelo a Oeste de Londres no dia de Natal de 2021.


Elizabeth, que morreu em setembro do ano passado, estava no castelo no dia da invasão com seu filho e agora rei Charles III e outros familiares próximos.

Chail passou meses planejando o ataque, disseram os promotores em uma audiência anterior. Ao ser abordado por um oficial de proteção, Chail disse: “Estou aqui para matar a rainha”.

Ele apareceu na audiência desta sexta-feira no tribunal de Old Bailey, em Londres, via videolink vestindo uma jaqueta preta e falou apenas para confirmar seu nome e declarar-se culpado das três acusações.

O juiz Jeremy Baker afirmou que sentenciaria Chail em 31 de março e o tribunal ordenou que relatórios médicos fossem preparados.

Em 1981, Marcus Sarjaent foi condenado a cinco anos de prisão sob a Lei da Traição depois de se declarar culpado de disparar tiros de festim contra a rainha durante o desfile anual “Trooping the Colour” no centro de Londres.

0 visualização
bottom of page