top of page

Geógrafo e geólogo: entenda a diferença entre as duas profissões

Apesar dos nomes semelhantes e das datas de comemorações serem bem próximas, as duas profissões possuem diferenças fundamentais no que diz respeito às atividades profissionais.

Para esclarecer dúvidas sobre ambas, a UNIFF conversou com o Prof. Dr. Vicente Alves, do Instituto de Geociências da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), com o Prof. Dr. Sérgio Vasconcelos, coordenador do curso de Geografia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e com a coordenadora da graduação em Geografia da Universidade Cruzeiro do Sul, Adriana Furlan.

A seguir, saiba os detalhes sobre as funções do geólogo e do geógrafo e como ingressar no mercado de trabalho dessas áreas, respectivamente.


Qual é a diferença entre o geólogo e o geógrafo?

Embora as duas profissões envolvam o estudo da Terra, os enfoques abordados por cada uma são distintos.

"O geólogo atua profissionalmente em áreas mais voltadas para a geologia aplicada e engenharia geológica, com destaque, dentre outras: geologia do petróleo, hidrogeologia, mineração, paleontologia e pesquisas geofísicas. Enquanto que o geógrafo atua profissionalmente em áreas de planejamento socioespacial e ambiental, reordenamento territorial urbano e rural em diversas escalas espaciais, análises de impactos em comunidades agroextrativistas, planejamento e gestão de meios de transporte, elaboração de mapeamento com uso de sistemas de geoprocessamento para análises de ocupação do espaço geográfico", explica o Prof. Dr. Vicente Alves, do Instituto de Geociências da Unicamp.

Sendo assim, pode-se concluir que o geólogo estuda a estrutura física da Terra, enquanto o geógrafo trabalha com questões mais próximas da vida em sociedade, assim como a relação entre o homem e o espaço.

De acordo com o Prof. Dr. Sérgio Vasconcelos, coordenador do curso de Geografia da PUC-Rio, "as constantes alterações pelas quais nosso planeta tem sofrido atualmente tem proporcionado cada vez mais destaque para ambas as profissões".

Como se tornar um geógrafo?

Para se tornar um geógrafo, é necessário ser formado no curso de graduação em Geografia, oferecido nos graus bacharelado e licenciatura. O curso tem duração de aproximadamente quatro anos.



O bacharelado capacita profissionais para atuar em áreas técnicas, enquanto a licenciatura é forma geógrafos para trabalhar em sala de aula. Algumas instituições como a PUC-Rio, oferecem a opção se formar como bacharel e licenciado com apenas mais um ano de estudos.


A coordenadora Adriana Furlan conta que "o diferencial do profissional formado na área de Geografia é a compreensão da distribuição territorial dos fenômenos e da leitura das paisagens, aplicando este conhecimento e forma especial de visão de mundo tanto a sala de aula, quanto no planejamento ambiental, rural ou urbano".

O estágio e o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) são necessários para a formação nessa graduação e para a retirada do diploma.

O profissional formado pode trabalhar em salas de aula - no caso dos licenciados -, assim como empresas de logística, construtoras, órgãos governamentais ou até mesmo usinas - bacharéis -.


Como se tornar um geólogo?

A profissão de geólogo também exige uma formação específica, no curso de graduação em Geologia. Diferente do curso de Geografia, ele é ofertado apenas no grau bacharelado.

A graduação possui quatro anos de duração média de cinco anos e capacita profissionais para trabalharem com o estudo da "estrutura física da Terra, os processos que a formaram, os materiais que a compõe, sua evolução ao longo do tempo e as transformações pelas quais passa o planeta desde sua origem", esclarece Vasconcelos.

Os conteúdos são distribuídos em aulas teóricas e práticas em campo que podem envolver análises de materiais, por exemplo. O estágio e o TCC também são indispensáveis para a conclusão do curso.

Após a formação, o mercado de trabalho para esse profissional inclui empresas mineradoras, agências reguladoras, empresas de consultorias ou até mesmo de recursos naturais.

6 visualizações
bottom of page