top of page

Em discurso, Biden pede ao Congresso que eleve o teto da dívida

Presidente dos Estados Unidos declarou que seu governo "cortou o déficit em mais de US$ 1,7 trilhão"

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pediu, nesta terça-feira (7), ao Congresso que aumentasse o teto da dívida durante seu discurso de Estado da União.

Biden declarou que seu governo “cortou o déficit em mais de US$ 1,7 trilhão — a maior redução de déficit na história americana”.


Ele destacou que, sob a administração de Donald Trump, “o déficit da América aumentou quatro anos consecutivos. Por causa desses déficits recordes, nenhum presidente acrescentou mais à dívida nacional em quatro anos do que meu antecessor”.

Biden acrescentou: “Quase 25% de toda a dívida nacional que levou mais de 200 anos para acumular foi adicionada por apenas um governo — o último. Esses são os fatos, confira. Confira. Como o Congresso respondeu a isso dívida? Eles fizeram a coisa certa. Eles levantaram o teto da dívida três vezes sem pré-condições ou crise. Eles pagaram as contas da América para evitar um desastre econômico para o nosso país.”

“Então, esta noite, estou pedindo a este Congresso que siga o exemplo. Vamos nos comprometer aqui esta noite que a plena fé e o crédito dos Estados Unidos da América nunca serão questionados”, disse o presidente.

0 visualização
bottom of page