top of page

Dia Mundial da Fisioterapia: conheça 5 áreas de atuação do fisioterapeuta

Pensando em homenagear todos os fisioterapeutas do mundo, a Confederação Mundial de Fisioterapia estabeleceu em 1996 que o dia 8 de setembro seria o Dia Mundial da Fisioterapia.

Desde então, todos os anos a data se destina à celebração do trabalho desse profissional, que auxilia as pessoas na recuperação de doenças, na melhora da qualidade de vida e na superação de problemas musculares e esqueléticos. Descubra 5 atuações do fisioterapeuta

O profissional formado em Fisioterapia tem muitas possibilidades de carreira. Confira detalhes de 5 atuações que podem te interessar: 1. Pilates Pilates é um método de exercício que só pode ser ensinado por profissionais formados em Fisioterapia ou Educação Física. Este é um campo muito importante da Fisioterapia, pois o pilates tem potencial de recuperar problemas de saúde e melhorar a qualidade de vida das pessoas. Tanto que a atividade costuma ser indicada por diversos médicos. Para atuar como professor de pilates é preciso a graduação em Educação Física ou Fisioterapia, juntamente com uma formação em Pilates. 2. Fisioterapia Oncológica Pacientes oncológicos costumam receber atendimentos multidisciplinares, incluindo a fisioterapia. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica (SBCO), a fisioterapia oncológica é bem-vinda no pré-operatório, no pós-operatório e, ainda, em tratamentos não cirúrgicos. O fisioterapeuta oncológico age na prevenção, na restauração, no apoio e nos cuidados paliativos dos pacientes. 3. Fisioterapia Respiratória O Hospital Israelita Albert Einstein define a fisioterapia respiratória como “um conjunto de técnicas manuais que podem ser preventivas ou curativas e tem como objetivo mobilizar secreções, melhorar oxigenação do sangue, promover reexpansão pulmonar, diminuir o trabalho respiratório, reeducar a função respiratória e prevenir complicações”. Durante a pandemia de Covid-19, a fisioterapia respiratória ganhou ainda mais importância. Isso porque muitas pessoas tiveram sequelas da doença, como o comprometimento do pulmão. Nesses casos, a fisioterapia respiratória exerce papel fundamental na reabilitação do indivíduo. Para essa atuação, é importante que o fisioterapeuta faça algum curso livre ou uma pós-graduação na área. 4. Fisioterapia Esportiva Para os amantes do esporte, essa é uma oportunidade de trabalhar bem perto dos atletas. Futebol, vôlei e até mesmo na Fórmula 1: todas as modalidades precisam do trabalho do fisioterapeuta. Mas o campo não se resume a isso. Os fisioterapeutas esportivos encontram espaço também no amparo a atletas amadores. Isso porque a função do fisioterapeuta esportivo é prevenir lesões ou reabilitar o praticante de esporte após algum problema. Para se aperfeiçoar na fisioterapia esportiva, o formado em fisioterapia pode fazer uma pós-graduação na área. 5. Fisioterapia em Gerontologia A fisioterapia em gerontologia, ou fisioterapia gerontológica, é destinada às pessoas idosas. O objetivo é que esse público tenha autonomia e independência para realizar as tarefas do dia a dia. Essa área é promissora, uma vez que, entre 2012 e 2021, a população com mais de 60 anos cresceu 39,8%, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). Com o aumento da expectativa de vida, cada vez mais idosos buscam o atendimento do fisioterapeuta. Assim, os interessados nessa atuação podem buscar por pós-graduações, como: Gerontologia, Fisioterapia em Gerontologia, etc.

Outras áreas da Fisioterapia A fisioterapia é uma carreira vasta: são muitas possibilidades de atuação para o profissional. As especialidades reconhecidas pelo Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Cofitto) são:

  • Fisioterapia Aquática;

  • Fisioterapia Cardiovascular;

  • Fisioterapia Dermatofuncional;

  • Fisioterapia Esportiva;

  • Fisioterapia em Gerontologia;

  • Fisioterapia do Trabalho;

  • Fisioterapia Neurofuncional;

  • Fisioterapia em Oncologia;

  • Fisioterapia em Reumatologia.;

  • Fisioterapia Respiratória;

  • Fisioterapia Traumato-Ortopédica;

  • Fisioterapia em Osteopatia;

  • Fisioterapia em Quiropraxia;

  • Fisioterapia em Saúde da Mulher;

  • Fisioterapia em Terapia Intensiva.


0 visualização
bottom of page