top of page

Confira dúvidas frequentes na área da Psicologia

A Psicologia é um dos cursos mais procurados e visados por estudantes de todo o país. Não é à toa que, segundo informações do Censo da Educação Superior 2020, entre os anos de 2011 a 2020, a faculdade de Psicologia sempre esteve presente em relação aos maiores números de alunos matriculados em território nacional. Para dar início a série e sanar as principais dúvidas sobre o curso, confira, a seguir, as cinco dúvidas mais frequentes na área da Psicologia. Para cursar Psicologia é necessário ter uma boa saúde mental? Assim como todos os demais profissionais, o psicólogo enfrenta dificuldades e momentos de pressão. Por conta disso, embora possua conhecimentos relacionados ao estudo do psicológico humano, o mesmo não está isento de problemas de ordem emocional e psicológica. Entretanto, é importante que o psicólogo saiba lidar com seus próprios problemas para que, assim, o profissional possa auxiliar pacientes que se encontrem em situação de vulnerabilidade emocional e psicológica. Qual a relação da Psicologia e a área criminal? O profissional formado em Psicologia pode exercer sua atuação em diversas frentes, como, por exemplo, a área criminal. Nesse sentido, o profissional analisa o comportamento do infrator e da vítima, estudando motivos, sentimentos e reações. A área envolve estudos relacionados à avaliação psicológica, criação de perfil criminal, consultoria, psicoterapia, entre outras ações desenvolvidas pelo psicólogo. Para atuar na área existem cursos de pós-graduação que têm por objetivo dotar o profissional dos conhecimentos necessários, como, por exemplo, o curso de Psicologia Criminal Forense, que pode ser encontrado em diversas instituições do país.

Existe curso de Psicologia EaD? Atualmente, o curso de Psicologia é ofertado apenas na modalidade presencial e semipresencial, ou seja, não existem cursos de Psicologia EaD. Isso acontece devido ao não reconhecimento do Ministério da Educação (MEC) para esta modalidade. O psicólogo lida com relações humanas, por conta disso o contato pessoal é de suma importância. Saiba, porém, que a modalidade semipresencial pode atender a demanda de estudantes que não conseguem estar cotidianamente na faculdade. Nesse cenário, o aluno comparecerá na instituição em dias pontuais e pré-estabelecidos para aulas de cunho prático. Como funciona o estágio no curso de Psicologia? O curso de Psicologia tem como obrigatório a realização do estágio para a formação do estudante. Para isso, durante sua graduação, o aluno deve cumprir com as exigências mínimas de 200 horas de estágio. Para exercer o estágio, o aluno terá duas opções. O estágio básico e o supervisionado. Ambos possuem diferenças e são destinados a diferentes momentos da formação do estudante. O estágio básico é realizado nos períodos iniciais do curso, dotando o estudante do contato primordial com as atividades exercidas. Já o estágio supervisionado é realizado em momentos mais avançados do curso, permitindo maior prática por parte do estudante.

Quais as dificuldades mais encontradas no curso de Psicologia? O curso de Psicologia, assim como os demais cursos, requer que o estudante desenvolva um perfil profissional durante sua formação. Entretanto, se adequar às características de um psicólogo envolve criar uma conexão com o paciente, sendo um bom ouvinte e equilibrando sua relação profissional com o mesmo.

7 visualizações
bottom of page