top of page

Confira dúvidas frequentes da área de Arquitetura e Urbanismo

O curso de Arquitetura e Urbanismo é um dos cursos mais procurados do país, apontam dados do Censo Superior da Educação 2020. Como resultado, o número de arquitetos no país vem em uma crescente, aumentando de 180 mil no ano de 2020, para 212 mil profissionais da área em 2021, segundo dados do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU).


Se você também se interessa por ingressar nesse mercado em crescimento, mas ainda está incerto em relação à atuação profissional, competências, ou demais dúvidas sobre o curso, não se preocupe! Nesta semana, a UNIFF dá sequência, por meio do tema de Arquitetura e Urbanismo, à série textual relacionada às dúvidas mais frequentes dos principais cursos do país. Por conta disso, confira, a seguir, os principais questionamentos da formação e atuação profissional do arquiteto.

Quais programas e softwares são mais utilizados no curso de Arquitetura e Urbanismo? Durante sua formação e atuação profissional, o arquiteto utiliza softwares que o auxiliam em seu trabalho e aprendizado. Nesse sentido, possuir familiaridade com os programas mais utilizados é de suma importância para o pleno desenvolvimento das tarefas exercidas. Confira alguns dos principais:

  • AutoCAD

  • CorelDRAW

  • V-Ray

  • Lumion 3D

  • ArchiCad

  • Photoshop

  • SketchUp

É preciso saber desenhar bem para cursar Arquitetura e Urbanismo? O desenho e o planejamento são partes essenciais na atuação de um arquiteto. Por conta disso, durante sua formação, tais tarefas estão presentes nas atividades desenvolvidas. Saiba, porém, que a ilustração do arquiteto não é um desenho artístico, ou seja, para ingressar no curso não é necessário possuir boas habilidades em desenho. Entretanto, tal competência será desenvolvida durante a formação, o que demanda dedicação por parte do aluno. Qual é a relação do curso de Arquitetura e Urbanismo com Design de Interiores? Embora a atuação do arquiteto e do designer de interiores sejam semelhantes, já que ambos têm o objetivo de atender as necessidades relacionadas ao desenvolvimento de residências funcionais, ainda assim possuem pontos de diferença. Nesse sentido, ambos os cursos se relacionam em complementaridade, e se diferenciam em atuação. Enquanto o designer de interiores visualiza questões de layout do ambiente, o arquiteto atua, entre outras tarefas, em questões estruturais. É comum que ambos os profissionais realizem projetos juntos no mercado de trabalho, ocasionando no enriquecimento da qualidade no resultado final. O curso de Arquitetura e Urbanismo é de humanas ou exatas? Por conta do curso de Arquitetura e Urbanismo abordar diferentes temáticas, é comum dúvidas surgirem referentes à classificação do curso. Afinal, a formação em Arquitetura e Urbanismo é das ciências humanas ou exatas? De acordo com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o curso de Arquitetura e Urbanismo é classificado como Ciências Sociais Aplicadas, ou seja, não pertence às Ciências Humanas nem Exatas. Ainda assim, é comum que a formação seja classificada como Ciências Exatas por diversas instituições devido a forte presença da matemática no curso. Em qual região o arquiteto é mais valorizado? De acordo com os dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o Distrito Federal lidera entre os estados com maior salário para o arquiteto. Outros estados do país, como Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e São Paulo, também estão presentes entre os mais promissores para os profissionais da área.

2 visualizações
bottom of page