top of page

Confira 5 profissões para quem quer trabalhar com música

Quem não gosta de ouvir uma música, não é? Independentemente do propósito, seja para relaxar, trabalhar ou descansar, as músicas podem remeter aos acontecimentos ou pessoas que passaram/estão em nossas vidas. Por falar em trabalho, a Música também é uma área de estudo e conhecimento, por isso, diversos cursos superiores são ofertados com o propósito de habilitar profissionais para atuação profissional nesta área.

A área musical abrange possibilidades de profissões. Confira 5 atuações profissionais para quem quer trabalhar com a Música. A UNIFF listou cinco profissões para quem quer trabalhar com a área musical. A inspiração para a lista é o Dia do Compositor Brasileiro, comemorado no dia sete de outubro, em alguns estados do país - São Paulo e no Rio de Janeiro, por exemplo. Antes de iniciarmos o texto, a UNIFF faz um convite para você. Confira o texto da semana passada da nossa série sobre profissões. O tema abordado foi profissões para quem quer trabalhar com idiomas na edição anterior e, para conferir as publicações mais antigas, acesse a editoria de Profissões na Revista. Após os convites devidamente feitos, vamos ao texto. Boa leitura! Compositor O compositor é o autor de obras musicais que sejam expressas por qualquer meio ou fixadas em qualquer suporte. Ao criar obras musicais, o compositor se torna o autor e detentor dos direitos autorais da música. Desta forma, com a execução das obras musicais nas diversas plataformas, os compositores podem receber ‘royalties’ pela veiculação de suas autorias. Para ser profissional na área de composição, não há necessidade da realização e formação de curso superior. Embora a graduação de curso de bacharelado em Música é recomendada para adquirir um conhecimento aprofundado sobre a composição e outras possibilidades nesta área de conhecimento. Maestro De acordo com a página da profissão, o maestro conduz o grupo de músicos em suas atividades durante um concerto por meio de expressões gestuais. Além da condução da orquestra, o ritmo da melodia e tom das notas musicais também são de responsabilidade do profissional para que haja sintonia durante a apresentação da orquestra. Além disso, o maestro é o responsável por assegurar a harmonia durante a execução musical e pela expressão artístico-musical do grupo, com todos os seus instrumentos e vozes. O maestro é um profissional de conhecimento musical aprofundado, A pessoa que atua nesta área domina os detalhes da área musical em vários aspectos como, por exemplo, na compreensão de gêneros e estilos musicais, em ações de análise musical e entendimento de harmonia. Vale destacar que é indispensável que o maestro tenha percepção sonora apurada. O profissional terá várias possibilidades de atuação em sua área. A pessoa graduada em música está apta ao trabalho com composição de arranjos e obras musicais, interpretação de músicas (tanto com instrumentos ou com a voz/o canto), realização e compreensão de partituras, além de pesquisas sobre a área musical. Vale destacar que o profissional poderá lecionar para estudantes do ensino superior, ensino médio ou fundamental e ter atribuição de aulas particulares. Radialista A profissão de radialista é frequentemente vinculada com o trabalho dos locutores de programas de rádio, mas o radialista não tem somente essa função. Afinal, a pessoa que atua nesta área encontra novas funções de produção em tempos atuais, principalmente, com a popularização da internet, que ampliou o leque de oportunidades no mercado de trabalho para o/a radialista. O radialista é um profissional versátil e poderá atuar em diversas ações em seu cotidiano. Geralmente, o porte e as demandas da empresa onde atua são itens que definem a quantidade de atribuições no dia a dia do radialista Vamos listar algumas funções que podem ser desempenhadas por este profissional.

  • edição,

  • assistência de estúdio,

  • redação,

  • direção,

  • roteirização,

  • elaboração de pautas,

  • apresentação,

  • narração e/ou locução

Musicoterapeuta A musicoterapia possui como principal característica abranger conceitos do mundo musical e proporcionar a aplicação na recuperação de pacientes. As ações desta terapia podem ser eficazes na prevenção de doenças e, consequentemente, na qualidade de vida dos pacientes. De acordo com a Classificação Brasileira de Ocupações, do Ministério do Trabalho, o profissional poderá atuar com:

  • a reabilitação de pessoas com experiências traumáticas;

  • quadros clínicos de dificuldade de aprendizagem;

  • ações de melhorias de qualidade de vida para o público idoso.

  • ações de saúde junto ao público que apresenta doenças crônicas e/ou limitações motoras.


21 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page