top of page

Comprometida com a preservação ambiental e a promoção de boas práticas, a Eldorado Brasil promove in

Comprometida com a preservação ambiental e a promoção de boas práticas, a Eldorado Brasil promove iniciativas voltadas à conservação ambiental e ao manejo responsável dos recursos naturais.

Investimentos constantes em inovação e controle de qualidade ambiental têm levado a Eldorado Brasil a alcançar resultados notáveis na gestão de recursos naturais, em linha com seus recordes de produção. “A empresa foi concebida para ser sustentável, comprometida com a conservação do meio ambiente pela adoção das melhores práticas em todas as suas atividades. Pois não há outra forma de trabalhar”, diz Fabio de Paula, gerente de Sustentabilidade. “Para além de uma obrigação ética, a boa gestão de recursos naturais é uma estratégia de negócios que agrega valor à companhia, por isso, contamos com projetos para potencializar os benefícios gerados pelos plantios. Operar de maneira responsável é uma premissa para a continuidade do negócio a longo prazo, uma vez que sua matéria-prima principal, o eucalipto, depende de ecossistemas saudáveis. Além disso, queremos deixar um legado positivo nas comunidades onde atuam e vivem colaboradores e parceiros.”


Sustentabilidade em todos os processos

Na companhia, as práticas sustentáveis permeiam todas as etapas produtivas, desde o cultivo de eucalipto até a produção de celulose, refletindo seu compromisso com a gestão responsável dos recursos naturais, com o respeito à natureza e aos Direitos Humanos.


De Paula ressalta que tudo é comprovado por certificações e selos verdes reconhecidos nacionalmente e internacionalmente. “Por exemplo, na silvicultura, a empresa adota técnicas responsáveis de manejo florestal, incluindo o monitoramento da fauna e flora, que demonstram os benefícios das florestas plantadas para a preservação da biodiversidade e para redução das mudanças climáticas global. No processo industrial, a Eldorado investe continuamente para aumentar a eficiência operacional, diminuindo o consumo de energia e o descarte de resíduos. A preocupação com a conservação ambiental se estende também à logística e à distribuição, que conta uma malha multimodal, o que reduz os riscos ambientais, viários e as emissões de gases de efeito estufa, além de aumentar a eficiência no transporte, com menores custos”.


Atenção total às florestas

Em muitas situações, as práticas adotadas pela Eldorado Brasil vão além das exigências legais. Há uma especial atenção à legislação de defesa agropecuária, com ações que garantem a sanidade dos vegetais, a identidade, a qualidade e a segurança higiênico-sanitária das áreas, assim como a idoneidade dos insumos e dos serviços utilizados nas florestas. De Paula conta que outras práticas nesse sentido envolvem:

  • Matriz de aspecto e impacto ambiental para avaliar como suas atividades e serviços podem afetar o meio ambiente. Essa ferramenta ajuda a identificar potenciais aspectos e impactos positivos e negativos, permitindo adotar medidas preventivas para minimizar e ou zerar o impacto negativo e medidas potencializadora para maximinizar o impacto positivo.

  • Avaliação periódica dos recursos naturais, como a qualidade da água, o estado de conservação da flora e fauna e o estado de seus ativos. Isso garante que qualquer mudança significativa seja identificada e tratada prontamente.

  • Monitoramento de áreas de conservação em suas operações florestais, utilizando parcelas amostrais e imagens de satélite. Isso permite um acompanhamento eficaz do estado dessas áreas e ajuda na tomada de decisões baseadas em dados.

  • Compromisso com a não conversão de florestas nativas para outros usos, como slvicultura de eucalipto. Isso é fundamental para a conservação da biodiversidade e a manutenção dos ecossistemas naturais.

Monitoramento da fauna e flora

Na Eldorado Brasil, a gestão ambiental é continua. A manutenção e o uso sustentável dos recursos naturais existentes e a contribuição para a melhoria das condições ambientais das áreas em manejo florestal são objetivos da companhia e estão, paralelamente, ligados aos princípios e aos critérios da certificação florestal.

“Temos um Plano de Monitoramento Ambiental robusto que vai além do exigido legalmente, com o principal objetivo de conhecer e conservar a biodiversidade e, ao mesmo tempo, desenvolver programas para maximizar os benefícios gerados pelo nosso manejo florestal, logística e atividades industriais. Por isso trabalhamos com indicadores e programas específicos que visam acompanhar a restauração de áreas degradadas historicamente – anteriores à posse e gestão – localizadas em áreas de preservação permanente e reservas legais. Um deles é o indicador de diversidade de espécies, pelo qual são monitorados de forma amostral os 117 mil hectares de áreas de conservação mantidas por nós, incluindo a identificação de espécies, monitoramento de populações e análise de impactos”, explica De Paula.

Entre as áreas preservadas pela Eldorado Brasil estão 1,3 mil hectares de Alto Valor de Conservação, em Selvíria (MS). Esse local tem características excepcionais devido à presença de importantes atributos ambientais, sendo refúgio e reprodução de animais e vital na prevenção contra enchentes, na regulagem de fluxo de cursos d’água e na manutenção da qualidade hídrica. Lá, foram identificadas 865 espécies de fauna e flora, incluindo ameaçadas de extinção, como a anta e o tamanduá-bandeira.

Os programas e ações da Eldorado Brasil visam maximizar os benefícios gerados pelos plantios florestais e minimizar possíveis impactos negativos decorrentes das nossas operações florestais. “Desta forma, foi estabelecida uma matriz com métodos e critérios para identificação e avaliação de aspectos e possíveis impactos ambientais dos produtos, atividades e serviços nos processos florestais da empresa”, diz o gerente de sustentabilidade da companhia que, destaca as seguintes aferições:

  • Indicador Levantamento Fitossociológico: realizado a cada cinco anos para verificar os potenciais impactos sobre a flora ou qualquer alteração referente aos remanescentes naturais das áreas de conservação ambiental. No acompanhamento, foi identificada a manutenção e a evolução quanto à diversidade de espécies nas áreas de conservação ambiental, ou seja, confirmando a proteção ambiental.

  • Indicador Monitoramento do PRADA (Programa de Recuperação de Áreas Degradadas): utiliza o levantamento fitossociológico para avaliar a evolução e qualquer alteração referente à recuperação das áreas historicamente degradadas por atividades anteriores a da companhia e vinculadas à informativos de PRADA, protocolados em órgãos ambientais. Os resultados evidenciam a evolução da regeneração assistida.

Indicador Fauna Silvestre – Mastofauna e Avifauna: verifica possíveis afugentamentos ligados ao manejo florestal, avaliando a dinâmica da fauna nas áreas naturais das fazendas da empresa. A empresa mantém, desde 2017, monitoramentos por meio de armadilhas fotográficas em oito de suas propriedades. As espécies da mastofauna de maior ocorrência são a anta, cutia, irara, gambá-de-orelha–branca, cateto e queixada. Vale destacarmos a ocorrência de espécies ameaçadas de extinção, como anta, cervo-do-pantanal, queixada, tatu-canastra, tamanduá-bandeira, macaco-prego.

A criação de corredores ecológicos – plantio de eucalipto entremeado por formações nativas, o que cria um mosaico de vegetação – nas áreas de influência da Eldorado resultam em um aumento da cobertura vegetal e possibilitam a conservação dos recursos naturais e da biodiversidade. Assim, espécies raras, endêmicas e ameaçadas de extinção são preservadas e podem percorrer ou habitar determinadas áreas sem serem incomodadas.

Ao cuidar das espécies em risco, a Eldorado ajuda a manter o equilíbrio ecológico nas áreas onde opera, favorecendo a perpetuação das espécies. Destaque para o monitoramento de médios e grandes mamíferos, que ocorre com a utilização de armadilhas fotográficas. A utilização desse sistema na amostragem de longa duração fornece informações precisas sobre o estado de conservação de áreas específicas, o que é fundamental para que a companhia possa antecipar suas ações de preservação.

“O monitoramento contínuo da fauna e flora permite à Eldorado identificar pontos fortes e oportunidades de aprimoramento em relação à nossa gestão florestal, responder de forma assertiva a potenciais efeitos negativos das operações e implantar medidas de prevenção e de proteção sempre que necessário. Assim, tomamos decisões informadas sobre o manejo de áreas protegidas e a criação de programas de conservação mais efetivos. Esse acompanhamento contínuo da biodiversidade proporcionam um entendimento cada vez mais detalhado da presença de diferentes espécies de animais e plantas em nossas florestas. Graças ao uso de tecnologias inovadoras e à expertise de nosso time, podemos assegurar a conservação das espécies e a integridade do ambiente para as atuais e futuras gerações”, conclui De Paula.

Sobre a Eldorado Brasil: uma das maiores empresas de celulose do mundo, foi inaugurada em 2012, na cidade de Três Lagoas (MS), e produz mais de 1,8 milhão de toneladas de celulose por ano. Detêm todos os selos internacionais de qualidade, tem mais de 5.300 funcionários e exporta sua produção para mais de 40 países.


Link de referência da matéria: https://www.cnnbrasil.com.br



1 visualização0 comentário

Comentarios


bottom of page