top of page

Cidade de SP registra primeiro caso de raiva canina desde 1983

Secretaria Municipal de Saúde afirmou ter vacinado 367 animais para bloquear a transmissão


O Instituto Pasteur da Secretaria de Estado de São Paulo registrou o primeiro caso de raiva canina na capital paulista desde 1983. A informação foi confirmada à CNN nesta quarta-feira (6).


Em nota, a pasta informa ainda que o caso foi o primeiro registrado em todo o estado de São Paulo desde 1998. O último de que se tinha registro havia sido na cidade de Avanhandava, município vizinho a Penápolis.

A Coordenadoria de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) afirmou ter sido notificada pelo Instituto Pasteur na sexta-feira (1º). Desde então, a SMS investiga o caso e afirmou ter visitado 384 imóveis e vacinado 367 animais para bloquear a transmissão e evitar um surto.


A última variante de raiva registrada em São Paulo foi transmitida por morcego, em 2011.


Como vacinar meu pet?

A Prefeitura de São Paulo promove uma campanha de vacinação contra a raiva para cães e gatos durante todo o ano em 18 postos fixos, além de pontos volantes espalhados pela cidade.


A SMS alerta que as doses devem ser aplicadas anualmente para proteger não só a saúde dos animais como também a da população humana.


O que fazer se eu for mordido por um cachorro?

A pasta orienta que, aqueles que forem mordidos ou arranhados por cães e gatos devem, imediatamente, procurar o atendimento médico para passar por uma avaliação clínica.


Em caso de necessidade, a equipe de saúde encaminhará a pessoa para uma das unidades de referência para tratamento da raiva humana na cidade.


Link de referência da matéria: https://www.cnnbrasil.com.br

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page