top of page

Ano novo: profissões para mandar bem em 2023

Ano novo, um novo ciclo que se inicia e novas oportunidades que podem surgir para você. Isso também é válido em âmbito profissional, pois você poderá dar um novo passo ou fazer ações diferenciadas em sua carreira, justamente pensando no “ano que vai nascer”.

Neste ano, o Guia Salarial 2023 da Robert Half, empresa de recrutamento e análise de mercado, destacou áreas e profissões que devem apresentar altas remunerações no próximo ano.

Business Partner - de R$ 18 mil a R$ 30,5 mil

O business partner é um profissional que atua com situações de administração de pessoas em quaisquer empresas da área de negócios. A atuação deste profissional é próxima aos integrantes da diretoria e dos gestores do local onde trabalha. Desta forma, a sua atuação aproxima as questões e temáticas pertencentes à área de recursos humanos de uma empresa da linha organizacional e dos demais setores da instituição/empresa.

Desenvolvedor front-end - de R$ 13,1 mil a R$ 21,9 mil

O desenvolvedor front-end terá ações profissionais com a interface gráfica de um projeto. Desta forma, o profissional vai trabalhar com a aplicação com a qual o usuário terá interação, podendo ser em softwares, sites, aplicativos e demais recursos tecnológicos. Ter ciência da importância e de possibilidades dentro da experiência do usuário é importante para o desenvolvedor front-end.

Em geral, o desenvolvedor front-end atua diretamente com o código para projetar e estruturar as ferramentas que o usuário irá interagir.


Gerente de e-commerce: de R$ 10,8 mil a R$ 27,3 mil

O especialista em e-commerce é um profissional que está em alta no mercado. Após o início da pandemia de COVID-19, a tendência para o comércio de se tornar cada vez mais realizado a partir dos meios digitais se consolidou em definitivo: com o isolamento social, bilhões de pessoas em todo o mundo passaram a comprar apenas pela internet.

Nesse processo, o especialista em e-commerce ganhou um destaque ainda mais especial: ele é o especialista responsável por analisar todo o fluxo de vendas de uma empresa, identificar problemas ou gargalos, avaliar a experiência do usuário nos canais digitais de venda e propor soluções e estratégias eficazes.

Advogado contencioso cível: de R$ 10,7 mil a R$ 18,1 mil

O advogado de contencioso cível defende seus clientes em processos judiciais que não envolvem crimes. Trata-se de um profissional que trabalha na resolução de litígios comuns a pessoas e empresas no cotidiano, como: questões associadas a contratos e quebra de contratos, cobranças financeiras, organizações societárias, divórcios, testamentos e inventário, direitos do consumidor, disputa entre marcas e patentes, entre outros.

2 visualizações
bottom of page