top of page

Agronegócio: US$ 3,8 tri perdidos por causa do climaEste trecho é parte de conteúdo que pode ser

Missão espacial foi lançada em julho de 2023 para criar o maior mapa em 3D do universo

O telescópio Euclid, instrumento científico de uma missão espacial da Agência Espacial Europeia (ESA) em parceria com a Nasa (agência espacial dos Estados Unidos), revelou nesta terça-feira (7) suas primeiras imagens feitas do universo. O equipamento foi lançado ao espaço em julho deste ano.

Em uma das imagens divulgadas, é possível ver mil galáxias do cluster (aglomerado de galáxias) Perseus. Ao fundo, podem ser vistas mais de 100 mil outras galáxias. Muitas delas nunca observadas antes. De acordo com um comunicado publicado pela agência, algumas dessas estrelas estão tão distantes que a luz emitida por elas pode ter levado cerca de 10 bilhões de anos para chegar até nós.

Em outra imagem, o telescópio Euclid mostra a Nebulosa Cabeça de Cavalo em uma visão panorâmica e detalhada. A nuvem de poeira e gases faz parte da constelação de Órion.


Outros registros do telescópio divulgados nesta terça incluem uma vista da galáxia espiral IC 342 (ou Caldwell 5), que tem estrutura parecida com a da Via Láctea, e uma imagem da galáxia anã NGC 6822, localizada a cerca de 1,6 milhões de anos-luz da Terra.


A missão Euclid foi laçada para desvendar o papel da matéria escura e da energia escura na evolução do universo. Os cientistas acreditam que elas compõem cerca de 95% do cosmos, mas o papel dessas entidades ainda não foi desvendado pela ciência. Com os registros feitos pela Euclid, será possível criar o maior mapa em 3D do universo, o que pode ajudar a esclarecer as funções da matéria e da energia escuras.


Link de referência da matéria: https://www.cnnbrasil.com.br





2 visualizações

Comments


bottom of page