top of page

Agricultura: Profissões na área que talvez você não conheça

O Dia do Agricultor é comemorado no dia 28 de julho, data da fundação do Ministério da Agricultura no Brasil. O Decreto Nº 48.630, de 27 de julho de 1960, assinado pelo então Presidente da República Juscelino Kubitschek, oficializou a data comemorativa aos agricultores brasileiros.


Com a necessidade de desenvolvimento, a agricultura possibilitou atuações profissionais em outras áreas, como nas engenharias, gestão e tecnologia.


Inclusive, o texto do Decreto aponta as outras razões pelas quais Kubitschek validou o documento:

  • Considerando que o país deve grande parte de sua prosperidade à economia agrícola;

  • Considerando ser de justiça reverenciar aqueles que se dedicam ao cultivo da terra, transformando em riqueza dinamizada as dádivas naturais;

  • Considerando que a 28 de julho de 1960 se comemora o centenário do Ministério da Agricultura.

Gestor ambiental De acordo com a página da profissão na UNIFF, o gestor ambiental poderá atuar com com o desenvolvimento de programas de responsabilidade socioambiental, a recuperação de áreas degradadas, a fiscalização do processo produtivo, elaboração de políticas públicas, extração de recursos naturais e geoprocessamento. Além disso, o profissional está apto ao trabalho de vistoria e parecer técnico, na coordenação de equipes de licenciamento ambiental e ao trabalho em órgãos de monitoramento. Se você gostaria de se profissionalizar na área e fazer sua faculdade com uma bolsa de estudo em Gestão Ambiental, veja as ofertas disponíveis na UNIFF. Engenheiro agrônomo O engenheiro agrônomo possui responsabilidades com o planejamento, organização e manutenção dos processos agrícolas. O profissional poderá atuar com as técnicas de melhoramento do plantio, em cenários de combate a pragas, na colheita, no armazenamento dos produtos agrícolas e até na etapa final - de comercialização dos produtos. O profissional poderá trabalhar com a consultoria, pesquisa e docência em sua área de atuação. Além disso, vale mencionar que o engenheiro agrônomo precisa ter registro válido no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) para poder exercer sua profissão legalmente. Engenheiro hídrico O engenheiro hídrico poderá trabalhar em órgãos/instituições atuantes com reservatórios, gerenciamento e manutenção de bacias hidrográficas, além do monitoramento de qualidade dos recursos hídricos. Segundo o Conselho Federal de Engenharia e Arquitetura e Agronomia (CONFEA), o engenheiro hídrico está habilitado para atuar na avaliação, quantificação, projeção, montagem, construção, fiscalização e gestão de empreendimentos relacionados a recursos hídricos. Gestor de agronegócio O agronegócio consiste em atividades econômicas que são provenientes ou estão ligadas à Agricultura e às ações comerciais. Desta forma, o gestor de agronegócio possui conhecimento para realizar toda a parte de gerenciamento das diversas etapas da comercialização de produtos agrícolas. Em geral, o curso de Gestão do Agronegócio é disponibilizado como superior em tecnologia (curso tecnológico) e possui período médio de conclusão de três anos (seis semestres). É possível que o estudante encontre disciplinas de Matemática, Logística, Tecnologia e conteúdos sobre Direito durante a formação neste curso.

Engenheiro de automação Quando pensamos neste profissional, é comum que façamos associação com indústrias e o ambiente fabril. Entretanto, o engenheiro de automação também pode atuar na Agricultura e contribuir com melhorias na produção. De acordo com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a automação exerce a sua função sobre:

  • processos agrícolas, pecuários e florestais para aumentar a produtividade do sistema e do trabalho;

  • otimizar o uso de tempo, insumos e capital;

  • reduzir perdas na produção;

  • aumentar a qualidade dos produtos e melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores da lavoura e das cadeias.

Agrometeorologista A profissão de meteorologista é bem conhecida e presença frequente com as informações em veículos de comunicação. Por outro lado, você sabia da existência da carreira profissional de agrometeorologista? Este profissional possui conhecimento sobre as ações meteorológicas e as utiliza em benefício das plantações, produtos agrícolas e todo meio rural. Também conhecida como meteorologia agrícola, a área de conhecimento poderá prover dados meteorológicos para obtenção do panorama agrícola e as previsões de aumento ou decréscimo da produção. Além da previsão produtiva, a agrometeorologia poderá auxiliar na prever a qualidade de determinada produção em relação aos índices de temperatura, chuva e outros índices climáticos.

1 visualização

Comments


bottom of page