top of page

10 habilidades para colocar no currículo e como organizá-las

Se você está procurando seu primeiro emprego ou busca novas oportunidades de trabalho, criar ou atualizar seu currículo é uma etapa fundamental para conseguir começar essa jornada no mercado de trabalho.

Na construção desse importante documento, que será a maneira como os recrutadores irão te conhecer, descrever suas habilidades pode te deixar mais perto daquela tão sonhada vaga. Considerando que muitos candidatos têm dificuldade em descrever as habilidades que possuem ou tem dúvidas sobre como organizá-las no currículo, vamos te ajudar com dicas sobre como preencher essa seção listando 10 habilidades para enriquecer seu currículo. Por que descrever habilidades no currículo? As habilidades são aquelas qualidades naturais que um indivíduo possui e que irão ser utilizadas no dia a dia de sua função. Nesse campo entram as suas predisposições ou facilidades com determinado assunto e a maneira como você lida com as situações que poderão surgir no trabalho. Mais do que tudo, descobrir quais são suas habilidades é resultado de um processo de reflexão, portanto, faça uma criteriosa investigação sobre seu histórico profissional ou escolar. Alguns exemplos rápidos de habilidades que muitos de nós possuímos são criatividade, empatia, organização e autonomia. Com certeza você poderá encontrar exemplos dessas habilidades observando a maneira como você agiu naquele trabalho em grupo ou quando se deparou com um desafio na vida profissional. Outro ponto a ser observado são as diferenças entre habilidades e competências. Por mais que, muitas vezes, utilizamos os dois conceitos como sinônimos, eles são diferentes. Enquanto as habilidades são um conjunto de características natas, que não podem ser aprendidas, as competências são adquiridas ao decorrer da vida e podem ser aprimoradas com cursos ou experiência profissional. Colocar habilidades e competências no currículo tem grande valia, já que elas podem funcionar como características complementares, chamando atenção dos recrutadores. Como organizar as habilidades e competências no currículo? No currículo, a descrição de suas habilidades e competências poderá vir após a apresentação de seus dados pessoais, objetivo profissional, formação acadêmica e complementar, além da experiência profissional. Organizando as informações desta forma, suas habilidades e competências fecharam seu currículo, apresentando-o de forma completa ao profissional de recursos humanos. Na seção onde irá descrever suas habilidades no currículo, é importante que você dedique um espaço para uma pequena abordagem sobre como essas características foram empregados em suas experiências profissionais. Por exemplo, caso você destaque sua habilidade de liderança, descreva quando e onde ela foi aplicada, um momento em que você foi líder. Ainda que a exemplificação de suas habilidades seja requerida durante a entrevista de emprego, utilizar esta técnica já no currículo poderá demonstrar sua capacidade de aplicação e síntese de suas habilidades e competências. Outro ponto que poderá ajudá-lo a organizar suas habilidades e competências no currículo é observar atentamente os requisitos da vaga a qual você irá se candidatar. Em grande parte dos casos, a descrição do profissional desejado para a função irá apresentar quais são as características que esse individuo precisa ter. Editar seu currículo tornando-o mais alinhado às oportunidades que você se candidata faz toda a diferença no processo de seleção. Soft ou Hard Skills: qual priorizar? A diferença básica entre as soft e hard skills é o modo como podemos comprová-las. As hard skills são habilidades técnicas comprovadas por meio de certificados, diplomas e outros documentos que demonstrem que o candidato concluiu uma formação. Ainda hoje, as hard skills costumam ocupar uma das primeiras seções do currículo da maioria dos candidatos já que elas, por muito tempo, foram o principal item buscado pelos recrutadores. As soft skills, por outro lado, são as habilidades comportamentais que um profissional possui, mas que não podem ser comprovadas por meio de um documento. A constatação dessas habilidades precisa ser feita por meio da observação do candidato em meio a situações que serão posteriormente encontradas durante a realização de determinada função. No processo seletivo de uma vaga, recrutadores irão utilizar entrevistas, bate-papos e dinâmicas em grupo para constatar se o candidato possui essas habilidades. Um bom currículo é aquele que possui informações de ambas habilidades já que, de maneira geral, o que define se um candidato é adequado ou não para uma vaga, é a combinação ideal de hard e soft skills para aquela função. 10 habilidades de destaque para colocar no currículo Com o mercado de trabalho cada vez mais competitivo, é nas habilidades que estão aqueles pontos que podem te destacar frente aos demais candidatos. 1. Boa Comunicação Uma das habilidades mais procuradas pelos recrutadores, a boa comunicação é um dos itens que poderão garantir maior assertividade e resolutividade no dia a dia, já que, a capacidade de ouvir e falar com clareza diminui ruídos. 2. Liderança A capacidade de liderar uma equipe na realização de determinada tarefa é essencial para o desenvolvimento de um trabalho coletivo com foco em resultados, sem deixar de lado as relações interpessoais entre os colaboradores. 3. Proatividade Outra habilidades muito procurada, a proatividade diz muito sobre como o candidato age frente aos desafios, antecipando demandas e priorizando as tarefas mais importantes. Autonomia é um exemplo de sinônimo de proatividade já que ambas exigem que o profissional tenha iniciativa frente a um problema. 4. Flexibilidade O profissional flexível é aquele que não se abala frente às mudanças e entende a importância delas para que os fluxos sejam aprimorados e melhorados. Cada vez mais as empresas buscam por indivíduos que consigam se adaptar rapidamente às constantes mudanças que acontecem no ambiente profissional. 5. Criatividade Não é novidade que profissionais criativos são aqueles que conseguem contribuir significativamente para o crescimento de uma empresa. Os indivíduos com essa habilidade conseguem propor novas soluções para problemas antigos, identificando e preenchendo de maneira assertiva lacunas no ambiente organizacional. 6. Resiliência Lidar com as frustrações e persistir mesmo diante de dificuldades são características de profissionais resilientes. Estes indivíduos mantêm seu foco na superação, observando obstáculos enquanto oportunidades e novos desafios. 7. Comprometimento O profissional comprometido é aquele que acredita na missão, na visão e dos valores da empresa, tendo, muitas vezes, estes como seus. Ele coloca sua bagagem profissional a serviço de sua função, com foco em resultados e em entregar o melhor em todas as suas tarefas. 8. Organização Esta habilidade é valorizada em todos os campos da vida profissional. O profissional organizado não se perde frente às demandas que precisa entregar, consegue gerenciar melhor seu tempo e não enfrenta dificuldades quando é solicitado por outros departamentos da empresa ou quando precisa transmitir para outros colaboradores informações sobre a sua função. 9. Pensamento Crítico A capacidade de analisar fluxos e questionar sua eficiência é outra habilidade altamente requisitada pelo mercado de trabalho. Ao analisar, comparar, organizar informações e propor alternativas, o profissional com pensamento crítico encontrará as melhores soluções para os desafios da organização. 10. Facilidade com Tecnologia Outra habilidade muito valorizada é a capacidade de aprender facilmente um novo programa que poderá otimizar a realização de suas funções. Nos últimos anos, com a popularização do home office e de jornadas híbridas de trabalho, essa habilidade é ainda mais procurada pelos recrutadores.

7 visualizações
bottom of page