top of page

10 cursos tecnólogos com os melhores salários

Se você deseja conquistar um diploma em menos tempo e ingressar mais rapidamente no mercado de trabalho, optar por um curso tecnólogo pode ser a melhor opção.

Você sabia que o curso tecnólogo faz parte do Ensino Superior brasileiro e seu diploma é válido e reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC)? Descubra, a seguir, mais informações sobre esta modalidade e conheça os 10 cursos superiores de tecnologia com os melhores salários atualmente.



O que é um curso tecnólogo, afinal?

Também conhecido como graduação tecnológica, o curso tecnólogo é um tipo de graduação, assim como as tradicionais opções de bacharelado e licenciatura. No entanto, é voltado para quem deseja ingressar no mercado de trabalho de forma mais rápida, com um conteúdo mais específico, prático e de menor duração.


O curso tecnólogo geralmente oferece disciplinas teóricas e práticas e pode exigir do estudante estágio obrigatório e/ou apresentação de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

De acordo com o Ministério da Educação, os cursos tecnológicos existem no país desde a década de 60 e, nos últimos anos, sua procura vem aumentando. Dados do último Censo da Educação Superior (2020) afirmam que este foi o grau acadêmico com maior aumento (19,4%) no número de ingressos em 2020 em relação a 2019.


Como ingressar na graduação tecnológica?

Se você deseja ingressar em uma graduação tecnológica, é simples: você apenas precisa ter concluído o Ensino Médio e aplicado para algum vestibular. Da mesma forma que os demais cursos superiores, o vestibular para um curso tecnólogo pode ser feito através do Sisu, ProUni, Enem ou do vestibular tradicional.

Entre os cursos tecnólogos mais procurados estão, segundo o MEC, estão:

  • Gastronomia;

  • Automação industrial;

  • Análise e desenvolvimento de sistemas;

  • Radiologia;

  • Gestão de recursos humanos.

Cursos tecnólogos com os melhores salários

Apesar do salário, na maioria das vezes, ser menor do que um profissional formado em licenciatura ou bacharelado, existem cargos de tecnologia que podem pagar até R$ 11 mil a um profissional. Confira os 10 cursos tecnólogos com os melhores salários, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).


1. Tecnólogo em petróleo e gás Média salarial: R$ 11.694,63 O que faz: O profissional da área é responsável por projetar, planejar, implantar e supervisionar atividades e/ou empreendimentos de prospecção, extração e beneficiamento de minérios, petróleo e gás. Além disso, tem o dever de inspecionar as áreas de interesse, avaliando riscos da atividade e gerenciando recursos humanos, financeiros e materiais. Um tecnólogo em petróleo e gás pode, também, prestar consultoria e assistência técnica.

2. Tecnólogo em gestão da tecnologia da informação Média salarial: R$ 10.718,63 O que faz: O profissional da área é responsável por planejar atividades, gerenciar projetos e operação de serviços de tecnologia da informação, administrando as demandas e garantindo a segurança da informação. Além disso, tem o dever de identificar oportunidades de aplicação de TI, prospectando soluções tecnológicas. Um tecnólogo em gestão da tecnologia da informação pode, também, administrar equipes, gerenciar infraestrutura de TI, definindo necessidades de recursos tecnológicos e interagindo com outras áreas.

3. Tecnólogo em rochas ornamentais Média salarial: R$ 6.000,00 O que faz: O profissional da área, assim como o tecnólogo em petróleo e gás, é responsável por projetar, planejar, implantar e supervisionar atividades e/ou empreendimentos de prospecção, extração e beneficiamento de minérios, petróleo e gás. Essas atividades incluem perfuração, desmonte, escavação, carregamento, transporte, classificação, lavagem, concentração, secagem e embalagem de embarque. Além disso, um tecnólogo em rochas ornamentais tem o dever de inspecionar áreas de interesse, avaliando riscos da atividade e gerenciando recursos humanos, financeiros e materiais, com a possibilidade de prestar consultoria e assistência técnica.

4. Tecnólogo em telecomunicações Média salarial: R$ 5.488,70 O que faz: O profissional da área é responsável por executar serviços elétricos, eletrônicos, de telecomunicações, de energia e/ou em instrumentação biomédica, analisando propostas técnicas, instalando, configurando e inspecionando sistemas e equipamentos, executando testes e ensaios. Além disso, tem o dever de projetar, planejar e especificar sistemas e equipamentos elétricos, eletrônicos, de telecomunicações, de energia e/ou instrumentação biomédica. Um tecnólogo em telecomunicações pode, também, elaborar a documentação técnica e científica, administrar empreendimentos e desenvolver sistemas e processos. 5. Tecnólogo em gestão administrativo - financeira Média salarial: R$ 5.138,01 O que faz: O profissional da área é responsável por planejar processos administrativos, financeiros, de compliance, de riscos e de proteção de dados pessoais e privacidade. Além disso, um tecnólogo em gestão administrativo-financeira pode administrar riscos, recursos materiais, serviços terceirizados e canal de denúncia; participar da implementação do programa de compliance e/ou de governança em privacidade; monitorar e avaliar o cumprimento das políticas do programa, normativas, código de ética, procedimentos internos e parceiros de negócios; participar da identificação de situações de riscos e propor ações para mitigação dos mesmos; prestar atendimento ao cliente e/ou cooperado e/ou titular de dados pessoais. 6. Tecnólogo em fabricação mecânica Média salarial: R$ 5.093,45 O que faz: O profissional da área é responsável por projetar sistemas e conjuntos mecânicos, componentes, ferramentas e materiais, especificando limites de referência para cálculo, calculando e desenhando. Além disso, tem o dever de implementar atividades de manutenção, testar sistemas, conjuntos mecânicos, componentes e ferramentas, desenvolver atividades de fabricação de produtos e elaborar documentação técnica. Um tecnólogo em fabricação mecânica pode, também, coordenar e assessorar atividades técnicas.

7. Tecnólogo em metalurgia

Média salarial: R$ 5.054,96 O que faz: O profissional da área é responsável por projetar estruturas, propriedades e processos de materiais, selecionar materiais e processos, planejar e supervisionar testes e experimentos e caracterizar produtos, processos e aplicações. Além disso, tem o dever de assessorar na transformação de matérias-primas em produtos, desenvolver produtos, processos e aplicações, gerenciar qualidade de matérias-primas, produtos e serviços e elaborar documentação técnica. Um tecnólogo em metalurgia pode, também, prestar assessoria técnica a clientes. 8. Tecnólogo em produção sucroalcooleira Média salarial: R$ 4.595,96 O que faz: O profissional da área é responsável por controlar processos químicos, físicos e biológicos definindo parâmetros de controle, padrões, métodos analíticos e sistemas de amostragem. Além disso, tem o dever de desenvolver processos e sistemas por meio de pesquisas, testes, ensaios e simulações; prospectar e implantar novas tecnologias; projetar sistemas e equipamentos técnicos; implantar sistemas de gestão ambiental; elaborar documentação técnica de projetos, processos, sistemas e equipamentos do setor e implementar segurança de processos e procedimentos de trabalho. Um tecnólogo em produção de açúcar e álcool pode, também, coordenar equipes e atividades de trabalho. 9. Tecnólogo em gestão hospitalar Média salarial: R$ 4.255,64 O que faz: O profissional da área é responsável por planejar, coordenar e avaliar ações de saúde, definir estratégias para unidades e/ou programas de saúde e realizar atendimento biopsicossocial. Além disso, um tecnólogo em gestão hospitalar tem o dever de administrar recursos financeiros, gerenciar recursos humanos e coordenar interfaces com entidades sociais e profissionais. 10. Tecnólogo em produção fonográfica Média salarial: R$ 4.141,70 O que faz: O profissional da área é responsável por implementar projetos de produção de espetáculos artísticos e culturais, audiovisuais e multimídia. Além disso, um tecnólogo em produção fonográfica deve criar propostas, realizar a pré-produção e finalização dos projetos, gerindo todos os recursos financeiros disponíveis.

6 visualizações
bottom of page